<BGSOUND SRC="http://www.mp3shits.com/download/download.php?skey=5f35a572561e62823f509989241e2235&key=767589" LOOP="INFINITE">

21 Fevereiro 2006

Ajuda a quem cuida de doentes com esquizofrenia


Trata-se de um esforço difícil, prolongado e desgastante o apoio a alguém que sofre de esquizofrenia.
Viver com um doente esquizofrénico é emocionalmente desgastante e pode tornar-se numa situação insustentável financeiramente, quando afecta o trabalho e a vida social dos prestadores de cuidados (por exemplo familiares ou amigos). Em alguns casos, a reacção emocional à doença das pessoas que cuidam destes doentes e o método que usam para lidar com ela não são eficazes. Uma postura critica ou uma postura de protecção exagerada não são as melhores para controlar o comportamento da pessoa com esquizofrenia, até porque pode é tornar as recaídas mais frequentes.
Os familiares são, frequentemente, os prestadores de cuidados mais importantes para as pessoas que sofrem de esquizofrenia. Na nossa sociedade o principal objectivo dos familiares e dos possíveis cuidados de saúde mental é auxiliar o doente para que se torne independente e controlador a sua doença. Informar e apoiar mais os prestadores de cuidados a pessoas com esquizofrenia, melhora não só a capacidade de quem presta os cuidados, como melhora o tratamento de quem recebe esses mesmos cuidados.

170 Comments:

At 23 Janeiro, 2008 13:31, Blogger jo said...

gostaria de saber quais os cuidados de enfermagem,para os pacientes de esquizofrenia,pois estou estudando enfremagem,termino o auxiliar agora em abril,e gostaria mas de enformação.pq é sempre bo estar com boas informações e atualizado,para poder ajudar aqueles que precisa ter do seu lado um bom profissional que faça as coisas com o coração.obrigado e fiquem com deus..

 
At 11 Março, 2008 03:25, Anonymous Anónimo said...

gostaria de saber se ja houve relatos de q a familia nao suportou a crise do doente e por medo da agressividade saiu de casa, a familia pretende interna-lo, pois ja esta na 8 internacao

 
At 23 Junho, 2008 18:24, Blogger Adriana Batis said...

Bom, muito difícil falar nesse assunto. Mais difícil ainda é assimir e compreender essa doença. Minha mãe tem esquizofrenia violênta. Logo minha mãe. Uma pessoa que um dia diz que ama, e instantes depois agride, seja com palavras ou fisicamente. Desde pequena que eu acompanho as crises emocionais dela, que sempre atingiram a mim e meu irmão. Meu irmão não suportou as agressoções que foram muitas ao longo dos anos e saiu de casa. Têm quatro anos que não tenho notícias do meu irmão. Acho que ele também tem esquizofrenia ou alguma outra doença mental, pois não aguentou e nem compreendeu os ataques de minha mãe. Tenho hoje 21 anos, e por várias vezes fui vítima das fúrias dela. Quando eu tinha 20 anos, minha mãe puxou uma faca e avançou em cima de mim. Eu a segurei e fiquei muito assustada. Quando ela caiu em si, fez como se nada tivesse acontecido. Fora também as inúmeras vezes em que ela tentou suicídio. Remédio perto dela nem pensar! Ela toma a caixa toda de uma só vez. Recentemente ela teve outra crise, onde avançou com uma faca em cima de uma visita que estava passando uma semana de férias na minha casa. Minha mãe já fez tratamento com psiquiatra durante 3 anos em São Paulo. Depois nos mudamos para fortaleza onde o tratamento não foi recomeçado. Estou estudando bastante sobre a doença e a melhor forma de me comportar durante as crises dela. Está com uma semana que nem eu, nem meu pai falamos com ela em casa. A casa está uma desordem e ela pegou as chaves de todos os quartos. Sinceramente eu estou com medo e não sei como agir. Estou procurando um psiquiatra para ela e criando coragem para incentiva-lá a iniciar o tratamento. Não é fácil e sei que tem muitas outras pessoas que sofrem como eu. Mas tenho fé em Deus que isso tudo vai passar.

 
At 17 Julho, 2008 19:14, Anonymous Anónimo said...

Sei como fica dificil ajudar se a pessoa nao quer ser ajudada. O pior e ter q dar dinheiro pra uma pessaoa com essa doenca. Ter q trabalhar dobrado pra sustentar essa pessoa, e a si mesmo e ficar vendo q ela nao faz o menor esforco pra se cuidar ou procurar emprego. Tem horas q da vontade de largar tudo. Pior doente aquele q nao quer se cuidar! Serio.

 
At 16 Agosto, 2008 22:40, Anonymous Sousa Carvalho said...

É complicado lidar com essa doença. Minha mãe está em tratamento, teve uma recaída recetimente. Ela teve a primeira vez em 1993 tratou e voltou a ter sintomas em 2003 tivemos sucesso novamente nos tratamentos, mas em julho 2008 voltou a ter uma recaída de novo, estavamos em tratamento com ela, estamos sob os cuidados de um psiquiatra.
Não é fácil conviver, cuidar e ajudar pessoas com esses disturbios, e mas do que nunca elas precisam de nós(familiares). Hoje ela passa praticamente os dias comigo, está indo bem, e com fé em Deus ela vai melhorar.
Mas gostaria de ter mais informações sobre a doença, saber como os familiares podem estar se informando sobre as melhores maneiras de ajudar.
Obrigado!

 
At 29 Agosto, 2008 20:29, Anonymous Anónimo said...

Há quase um ano estou vivendo um drama. Meu marido começou me acusar de traições, criando cenas,histórias sem fundamento. Depois de quase vinte anos de casamento fiquei sabendo que ele é esquizofrênico.Ele já me expulsou do nosso quarto, me expulsou de casa e eu só não saí por que tenho filhos menores. Eu já pedi ajuda à sua família, pois não posso carregar isso sozinha, mas ninguém sabe como ajudar. O tempo está passando, ele está ficando pior, me agride verbalmente com adjetivos pejorativos, como também os filhos. Não está falando mais com nossa filha adolescente e todos estamos sofrendo muito. Ele é bastante arrogante, autoritário e manipulador. Não sabemos como convencê-lo a ir ao médico.

 
At 10 Dezembro, 2008 14:08, Anonymous Anónimo said...

Grupos de apoio
alguém conhece aqui no rio de janeiro um grupo de apoio ao familiar do esquizofrênico. tenhop sofrido há anos com as crises de minha mãe e não sei como lidar com o problema. se alguém puder ajudar, agradeço.

 
At 16 Dezembro, 2008 01:03, Anonymous Anónimo said...

bom,eu tenho 12 anos!
minha mãe sofre de esquizofrenia!
no mesmo tempo em que ela ela está normal por uma mínima coisa ela ja fas um escandalo a rua inteira esculta!depois que ela vê que esta errada vai pedir desculpas xorando!
mas eu axo que isso para ela é muito difícil!axo que nem ela se própria se entende!
bom é isso aí eu estou em busca de alguma coisa que tire ela disso ou melhore!

 
At 26 Dezembro, 2008 23:05, Anonymous Anónimo said...

tou a passar por uma situaçao parecida...com a minha irma..mas so n sei o k ela tem..recusa se a ir a psiquiatras a medicos. está cada vez pior..agrediu a mae(n somos irmas biologicas), disse que os pais deveriam morrer..que lhe estavam a envenenar a comida...ja disse que se ia matar. tento ajuda la..desde que me lembro..ela é 14 anos mais velha que eu. mas sem ela ir a um medico visto se recusar, como posso ajuda la? e a tds a sua volta? fazendo keixa a policia?interna la? ja n sei mais o que fazer ou o que pensar, ela manipula as pessoas, ofende, ameaça..nao tem amigos e n se importa com ng além dela. ja cansei..ja desisti dela..mas n dá. é minha irma, estou com uma depressao, no ulltimo ano da faculdade, com os meus pais no estrangeiro e ainda tenho de inventar maneiras de fazer com k uma pessoa se cure, kd acha k tdos estao contra si, menos eu. até ao dia q lhe ligo furiosa sabendo dok ela fez aos pais e ela me diz"é passa para o lado deles..abandona me tambem". é frustrante e desgastante..e surgem mil e uma duvidas na cabeça..será k é melhor ser dura com ela?ou dar.lhe razao msm kd nao a tem?gostaria de saber como fizeram para levarem os seus familiares ao medicos..dicas..enfim. uma ajuda. obrigada

 
At 07 Janeiro, 2009 19:41, Blogger monica ramos said...

acabei de ser informada que a minha mae tem esquezofrenia estou assustada e com medo do que vem agora, será que vou conseguir ajuda-la?

 
At 09 Fevereiro, 2009 19:57, Anonymous Anónimo said...

Bom, estou passando uma barra, pois minha mãe sofre dessa doenças e outras psiquicas. As únicas pessoas que estão interessado é meu irmão e eu, somos nós que levamos a clínica, onde ela fica o dia inteiro e pegamos a noite. Mesmo assim essa situação mexe com a família, pois nossos casamentos, meu e do meu irmão está sendo delicado, pois é desgastante e acaba afetando. Gostaria de saber se alguem conhece algum lugar pra pessoa ficar e visitarmos nos fins de semana, mas que não seja particular, pois já fui atrás e é muito caro. Obrigado.
Contato:
Edson - 95957004

 
At 16 Março, 2009 23:14, Anonymous Anónimo said...

Para a garota de 12 anos cuja mãe tem esquizofrenia:
Eu tinha a sua idade quando minha mãe teve o primeiro surto... sofri muito (eu morava sozinha com ela), aquela cena nunca mais saiu da minha cabeça!
Hoje tenho 27 anos, casei e também sou mãe de uma mocinha de 8 anos.
Minha mãe mora comigo, toma os remédios direitinho e leva uma vida normal dentro das possibilidades dela (além da esquizofrenia ela tem problema de audição).
Bom, o que quero te dizer é: Aconteça o que acontecer, cuide da sua mãe, nunca desista de ajudá-la, pois com certeza absoluta ela faria o mesmo por você. Foi ela quem te deu a vida, teve muito trabalho para te criar, te educar e mãe a gente só tem uma!!!
Se você precisar se abrir, conte com minha ajuda!!!

 
At 27 Março, 2009 16:39, Anonymous Anónimo said...

Olá!

Chamo-me Joana e sou aluna de Serviço Social e neste momento, estou a realizar um estágio curricular na Associaçao de Educação e Apoio para a Esquizofrenia,no Hospital Julio de Matos. Como tal, tenho um relatório de estágio a realizar como trabalho final de curso.
E gostaria de fazer um estudo de casos sobre doentes com esquizofrenia, de forma a fazer uma análise sociológica.
Para tal, seria muito enriquecedor recolher testemunhos de doentes e familiares de pessoas que sofrem de esquizofrenia.
Gostava muito de contar com a vossa ajuda, caso pudessem contar um pouco da vossa história, de como tudo começou até agora.
Deixo portanto o meu mail para que possam entrar em contacto comigo.

jufgrodrigues@hotmail.com

Agradeço a atenção.

Joana Rodrigues

 
At 03 Agosto, 2009 15:53, Anonymous Anónimo said...

1Meu filho apresentou o primeiro surto aos 20 anos.Agora tem 27 anos e nao consegue se equilibrar.Ja usou drogas,agora esta usando e abusando de alcool.Nao sei como lidar com isso,ja fui a varios medicos mas precisamos meu marido e eu de um grupo de orientaçaoe apoio,estamos cansados,desesperados,...O nao pra ele e horrivel e sempre termina em verdadeiros teatros do absurdo.Ainda nao agrediu fisicamente mas com palavras ee muito cruel.Gostaria de receber ajuda de quem esta passando por isso,um grupo de orientaçao,algopara nos orientar a equlibrar esse rapaz,o que sera dele quando morrermos,fico sempre preocupada com isso. na espera

 
At 27 Agosto, 2009 03:10, Anonymous Anónimo said...

Estou casada com uma pessoal com esquizofrenia há mais de 25 anos, me casei sem saber sobre a doença e já passei por todos os estagios de sofrimento comentados nos depoimentos acima.
Tenho dois filhos, o sofrimento realmente é enorme, solitário, e incompreensivel por todos que não convivem com eles. Mas podem acreditar tem chances de todos serem felizes apesar de tanta dor e indifença. Meu marido hoje toma injeções mensais e medicamentos,e podemos dizer que estamos pela primeira vez tendo uma vida familiar um pouco normal. Nunca desistam dos que sofrem mais do que nós que nos chamamos de "normais". Nós o internamos o ano passado quando a doença já tomava conta do seus pensamento de forma horrenda e sofrida; a internação foi contra vontade dele e de certa forma brutal, mais depois de tanto sofrimento conseguimos, ele ficou internado durante 3 meses e hoje graças a Deus estamos calmo e juntos.
Um conselho, se puder ajudar, leve seus amados doentes o quanto antes para um tratamento, não espere e não tenham medo como eu tive. É melhor para o doente e para nos.

 
At 23 Setembro, 2009 22:24, Anonymous Anónimo said...

não sei ao certo como agir com minha mãe que sofre de esquizofrenia.As veses entro no jogo dele e acabo discutindo,então ela amessa acabar com a propría vida e eu saio de casa preocupada e culpada.Não sei o que o que faser

 
At 26 Novembro, 2009 16:30, Anonymous girassol said...

Gostei muito do blogue... Parabens! Espero que continuem a escrever!!

Visitem http://pensarmental.blogspot.com/

 
At 26 Março, 2010 13:00, Anonymous Anónimo said...

Tenho um filho hj tem 35 anos, ele já morou comigo e com minha mãe,mas nos ultimos dias estava comigo, mas não deu ele não suportava limpeza,escrevia o dia inteiro e depois grampeava e jogava a folho no lixo isso era todos os dias e exatamente 10 folhas,eu perguntava para ele o que era aquilo uma coisa escrita que ninguem entendia e ele dizia que era os projetos dele,e tb fumava de meia em meia hora era insuportavel,e deu tb de queimar os palitos na caixa de fosforo,eu fui reclamar com ele...Nossa ele só não me chamou de santa o resto imaginem, ai meu marido tomou a frente e ele disse que ia me matar e ao meu marido, então quebrou o quarto rasgou as roupas e foi embora,hj ele mora numa casa precaria não tem agua nem luz, eminha irma fica com dó e da comida,café,e cigarro pq ele não trabalha,me sinto mto triste pq não posso deixar ele voltar,com certeza ele não quer, pq dizia que ele nunca gostou daqui....ha tb já fez tratamento 6 anos tomou injeções todo mes e remedios agora ele diz que não vai mais tomar, e que ninguem manda na vida dele....não sei o que fazer tenho medo dele virar um mendigo,pois ele não se preocupa com a propria vida..por favor me ajudem obrigada

 
At 11 Junho, 2010 04:08, Anonymous clau said...

sou casada há dez anos com um homem bom,honesto,trabalhador e portador de esquizofrenia paranoide.E lendo os comentarios deste blog fiquei assustada com alguns comentarios sobre dor,sofrimento,abandono,falta de informação , e pedidos de ajuda...por mais que amemos nossos maridos,filhos,pais,irmãos..a esquizofrenia é um transtorno muito muito grave e não podemos trata-la sozinhos...buscar um bom psiquiatra que acerte na terapia medicamentosa é extremamente importante...somente com o medicamento e doses corretas é que se pode ter algum equilibrio no quadro..em alguns casos mais severos a internação tb é necessaria..nao podemos nos iludir achando q com o tempo passa..é preciso um tratamento disciplinado mesmo...sei que muitos estao assustados..mas dizer q o paciente nao colabora,nao quer trabalhar..meu Deus..o paciente esquiz distorce brutalmente a realidade e tende a se isolar ou a agredir tb por medo,desespero..nao podemos lutar contra isso... é patologico.
para os q se negam ao tratamento o jeito é mesmo a internaçao contra a vontade.. a maioria oscila entre os surtos e momentos de grande lucidez...é nessa hora da lucidez q mostramos nosso amor,afeto,compreensao..mas nas crises temos q agir com a razão..
para vc garota de 12 anos e rapaz de 27 concordo que mãe é algo sagrado...mas nao se pode deixar nas costas de uma criança de 12 anos a missao de cuidar e proteger a mae doente...em pouco tempo ela tb ficaria doente..precisa de ajuda medica..precisa de orientacao,precisa de apoio..de amor..busque ajuda sim e o mais rapido possivel..vc tb precisa viver..é sua mãe vc a ama,mas ame tb a si mesma..a esquiz nao tem cura..pode e deve ser controlada mas nao cabe a vc minha criança fazer...ame sim sua mãe mas se proteja..
se alguem quiser falar comigo clau_aaraujo@hotmail.com

 
At 18 Junho, 2010 01:13, Anonymous Anónimo said...

Tenho um filho com esquizofrenia paranóide há mais de 15 anos e não aceita medicação. Teve várias internaçoes e quando sai passa um curto tempo bem depois volta tudo ao de sempre . A convivencia está cada dia mais difici ,não tem regras ,fuma demais e suja tudo e não dorme nem deixa ninguém dormir.Os irmãos me acusam de deixar ele fazer da vida de todos um inferno e que deveriámos medica-o todos os meses a força com injeção, mas não adianta pois fica com tanta raiva que acaba quebrando tudo e agredindo a quem estiver mais próximo . Já fiz de tudo , e ultimamente tenho vontade de deixa-o viver só e sofrer um pouco das consequencias para que aceite a medicação mas tenho medo de que sofra muito ou que façam algo com ele , pois não consigo me desligar dele e sofro muito mas é que só eu consigo entendê-lo!

 
At 23 Junho, 2010 22:57, Anonymous clau said...

para vc mae/pai que sofre há mais de 15 anos com o filho que sofre de esquiz paranoide...eu entendo qdo diz sofrer tanto...eu sei bem o que é isso ..e se ver sozinha ...mas reuna todo o amor que existe em vc ...convoque os seus outros filhos diga a eles como doi em vc tudo isso e os escute tb...reunam suas forças e juntos ajudem a esse rapaz que tb sofre muito...super proteger nao resolve ..pelo contrario pode ser mais perigoso...mas abandonar tb não dá...vcs precisam se unir de verdade com amor e respeito as limitações de cada menbro da familia..e usarem razao e emoção cada sentimento na hora certa.. vc precisa de ajuda...nao da pra resolver sozinho...pelo o que vc relata ele rejeita o tratamento...mas vcs nao podem desistir de tentar.. busquem um bom medico...abram o jogo..as vezes alguem mais prox. da familia...um primo ou amigo pode de fora ajudar a influencia-lo a seguir o tratamento...caso contrario ..é internação será necessária...mas de qq forma a familia tem que participar sempre...
quinze anos é muito tempo pra sofrer vc nao acha? vamos virar esse jogo ...um dia de cada vez..mas sempre melhor..se informe, numa situação todos adoecem na familia...todos sofrem todos precisam de ajuda, se vcs se unirem fica mais forte..nao desista de nenhum dos seus filhos!!!
meu marido é esquizofrenico e tenho dito todos os dias a nossa filha de apenas 6 anos o quanto ele é especial ,diferente...na esperança de tentar fazer brotar nela o respeito, o amor q todos merecemos ...afinal quem é totalmente normal?

 
At 16 Agosto, 2010 17:43, Anonymous Igor Henrique said...

Portugal Lisboa São Domingos de Rana.
Olá, boa tarde meu nome é Igor Henrique e deixo este comentário a pedido de ajuda para uma amiga que tem um filho de 17 anos, que quando ele completou 8 anos passou a ter uma doença que cada vez fica mais agravante, hoje toma varios tipo de medicamentos que infelismente parece não fazer mais efeitos durante uns anos pra cá ele passou a ser muito agressivo.
Um ex companheiro que ela teve o filho chegou a dar até facada nele e agora sempre a agredir a propria mãe.
Ele faz tratamento de 15 em 15 dias com psiquiatra e não esta resolvendo nada também.Precisa muito de ajuda pra resolver esta situação, ela já foi em vários lugares mais não consegue alternativa, ele chegou a ser espulso da escola por estar sempre agredindo os amigos, ela teve um grande problema em casa com ele que infelismente, eu preciso entrar e amarra-lo durante quase uma hora e meia.
Ele é um puto grande gordo e forte ela não tem condições de segurar esta situação sozinha.ELA PRECISA MUITO DE AJUDA.

 
At 16 Agosto, 2010 17:50, Anonymous Igor Henrique said...

Eu sou o Igor Henrique que a pouco tempo enviou um comentario a pedido de ajuda pra uma maiga que sofre com um filho de 17 anos que esta sempre a agredi-lae toma varios tipos de remédios, quem puder ajudar por favor pode enviar me um e-mail para.
igor4652@hotmail.com ou contactar pelo numero 961079577.
obrigado.

 
At 25 Novembro, 2010 00:40, Anonymous Anónimo said...

Minha professora me passou um trabalho sobre esquizofrenia,como eu faço radiologia a mesma me pediu que informasse quais os cuidados que eu tenho que ter com um paciente na sala de raio-x? Vcs podem me ajudar

 
At 13 Dezembro, 2010 22:21, Anonymous Anónimo said...

OLÁ, GOSTARIA DE SER MAIS ESCLARECIDO SOBRE COMO CUIDAR DO ESQUIZOFRENICO, POIS, MINHA ESPOSA SOFRE DESTE MAL E NÃO TEM SIDO FÁCIL PARA MIM E PARA TODA A FAMÍLIA.
POR FAVOR ME AJUDEM !!!

 
At 08 Janeiro, 2011 23:16, Anonymous Anónimo said...

Ola,
Tenho um irmão q sofre dessa doença, e o q tenho mais medo q ele agride os meus pais q já são idosos....
Numa situação como essa : não temos condiçoes financeiras boas, ele já faz o tratamento, mas não está surtindo muito efeito por causa das agressões...geralmente a familia fica calada para não sofrer violencia...qual seria a melhor atitude ?

 
At 16 Janeiro, 2011 13:18, Anonymous Anónimo said...

Ola, meu filho começou com um comportamento estranho, aos 14 anos,se isolava, nos tratava com indiferença, deixou de nos chamar de pai e mãe, e nos olhava com ódio,caminhava a noite toda pela casa,sempre com as cortinas fechadas, usava roupas escuras e velhas, não aceitava nada q a gente desse pra ele, nos chamava de capitalistas, usava casaco no verão, passamos 6 meses sofrendo sem saber o q estava acontecendo, tinha fixação por um filme e se dizia o personagem do mesmo, escrevia muito, e comecei a ler escondido algumas coisas q ele escrevia, e percebi o sofrimento, marquei psicologo, mas ele não queria ir, praticamente forcei e foi a pior experiência q tive, eu passei por uma mãe q não compreendia um adolecente.Não desisti, conversei com um médico q nos conhecia, expliquei tudo q estava acontecendo, e ele encaminhou urgente para o psiquiatria, o problema foi levá-lo.A tia dele conseguiu leva-lo com muito custo, de lá até hoje passamos por quatro psiquiatrias, e muitos medicamentos. Hoje graças a Deus encontramos o medico certo, q mudou toda a medicação, remedios muito caros,q no começo compramos e ganhamos muita amostra grátis do medico, ele foi um pai pra nós,até encaminhar a papelada para ganhar do estado. Hoje ganhamos a medicação, e meu filho voltou praticamente ao normal, voltou a nos chamar de pai e mãe novamente e esta voltando aos poucos a rotina dele.Gente, não desistam e trocam de médico quantas vezes for necessario, porque existem ótimos medicamentos hje para a esquizofrenis, só q são caros, mas vão á luta porque o estado tem obrigação de dar, para quem não tem condições, e para pacientes q não tem resultado com os medicamentos simples e antigos.

 
At 27 Janeiro, 2011 12:35, Anonymous Anónimo said...

nao sou viloenta, mais tenho esse problema e moro com tres crianlças sosinha. o que devo faser? pra que nao aconteça nada comigo, nem com os meus filhos.

 
At 29 Janeiro, 2011 01:42, Anonymous Anónimo said...

Tenho um filho que há 4 anos teve seu primeiro surto psicótico. Vem se tratando desde então, e também já passei por 4 psiquiatras. Engordou e chegou a 120kg e agora está descontrolado, me agride, agride minha mãe de 86 anos, e não quer tomar remédios para não engordar, pois ainda tem 18 anos. Faz psicoterapia 2x por semana, mas esta semana não foi, pois está trocando a noite pelo dia. Dorme de dia de 06:00h às 18h e durante a noite fica comendo, vendo TV, falando e rindo sozinho e andando de um lado para outro. Mudei recentemente de psquiatra e estou otimista. Não desistirei. Acredito e sei que a esquizofrenia é uma doença também espiritual, um carma tanto para quem tem, mas principalmente para a família. Rezo muito e o que tem me protegido quando ele me agride é rezar e pedir a salvação dos antepassados que estão se manifestando nele em sofrimento. Sou messiânica, e isto tem me sustentado. Em minha Igreja há um caso de um rapaz enorme, que ao receber Johrei (a oração de nossa Igreja), se tornou membro e após vários anos, (ele tem 39 anos), a medicação dele foi reduzida. Acredito nos psiquiatras, nos psicólogos, mas tenho certeza e vivo isto, de que é um problema muito espiritual. Para a pessoa que diz que é esquizofrenica e precisa de ajuda, sugiro procurar um serviço público (Pinel no RJ, IPUB-Instituto de Psquiatria da UFRJ, Santa Casa da Misericórida ou outros) e solicitar uma avaliação. Lá ela poderá ter atendimento bom e gratuito, receber remédios, participar de terapias, etc. Não percam a esperança e para os familiares o que recomendo é tentarem seguir as leis de Deus, mudarem seus comportamentos se auto-analisando, eliminar mágoas, rancores, evitar julgar os outros e exercitar o aprendizado de se colocar no lugar dos outros. Talvez seja isto que Deus quer nos ensinar (nós familiares) através deste amargo remédio, que certamente nos fará seres humanos e espirituais muito melhores. Fiquem em paz e tenham fé.

 
At 31 Janeiro, 2011 20:57, Blogger marygorete said...

por favo gostaria de obter maiores informações referente a esquizofrenia, tenho um amigo de 28 anos á mais ou menos 10 anos ele sofre com a esquizofrenia, no começo todos nós da escola zombavamos dele, ele sempre tinha alucinações em sala de aula, surtos psicoticos,mais não entendiamos!, agora tento ajudar a mãe dele, pois não conseguimos convencer o filho a 5 meses em ir nãs consultas com psiquiatra, atualmente ele toma risperidona 2mg/ biperideno / diazepan 10mg, ele rasgou todos os documentos pessoais, e agride todos que tentam chegar prox a ele, não conseguimos nem dar entrada no inss alguém pode nos orintar no que faver po favor ??????

 
At 11 Março, 2011 18:31, Anonymous crisbel77@live.com said...

Tenho uma filha de 20 anos que sofre de esquizofrenia, é muito triste, pois sou eu quem cuido, ela esta assim ha 2 anos e meio sua idade metal é 5 anos, o que a faz mais calma apesar de medicamentos é assistir filmes infantis já comprei 300, mas o que ganho não dá para suprir todas as dificuldades que ela tem. ela tb engordou muito, esta com 104 k , surta , grita estou afastada do serviço, mas nem sei se volto mais, faltam somente tres anos para me aposentar, ela é filha única.peço a ajuda de alguem que se puder conseguir e enviar para mim a coleçao da casa do mickey mouse,todos eles pois é que ela mais gosta.meu email para contatos é crisbel77@live.com.muito obrigada, sei o que ter um filho ou um querido desta forma e tudo o que digo é que Deus nos capacita e nunca nos deixa sós. Ele está no controle. a paz e obrigada

 
At 23 Março, 2011 13:08, Anonymous Lisiane said...

Tenho um irmão de 23 anos que aos 17 teve seu primeiro surto.
É muito difícil cuidar de um paciente esquizofrenico, ele nunca tinha tido uma reação agressiva até ontem que em um surto repentino matou o cachorrinho de minha mãe. Não sabemos o que fazer. O amor é muito grande mais o medo e a preoculpação também são. Sou casada e essa situação afeta meu relacionamento. Meus pais sofrem muito com tudo isso. Já não sabemos como agir com ele. Quem poder nos ajudar agradeço.

 
At 24 Março, 2011 18:10, Anonymous Anónimo said...

No limiar da minha extrema raiva, desabafo que os esquizofrênicos deveriam partir desta para melhor, porque o sofrimento para quem cuida é imenso. Minha vida sempre foi sofrida com uma mãe problemática ao extremo, que sempre maltratou e fez muito mal para mim e outras pessoas. A começar por me abandonar em qualquer lugar, para sair com os namorados. Desde nova, sempre viveu encostada aos outros, principalmente homens casados, a quem humilhava as esposas. Hoje, já aos 60, depois de viver uma vida livre e louca, está encostada em minha casa, dando shows de loucura, não me deixando dormir, trabalhar.. viver. Cospe os remédios e desconfia de tudo, reclama que tudo é ruim e que a quero envenenar. Ao passo que está, quem irá se atirar pela janela serei eu, porque, de tanta angústia, nem quero mais sobreviver, já que viver, nunca foi e, com certeza, não mais será possível.

 
At 11 Abril, 2011 20:07, Anonymous Anónimo said...

olá meu,acho que estou com sintomas inicias não sei como agir,meus familiares acham que é palhaçada,estou com medo de minhas atitudes

 
At 17 Abril, 2011 15:51, Blogger Dória e Landim Corretoras de Imóveis said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 08 Maio, 2011 14:48, Blogger Maria do Socorro said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 08 Maio, 2011 14:50, Anonymous Anónimo said...

a mae do meu namorado é esquizofrenica. eu infelizmente nao sei lidar com a situação, nao sei mta coisa sobre a doença e eles menos do que eu. ela faz tratamento, mas continua em crise. recente ele me pediu para casar, mas eu falei q nao aceito morar com mae dele, tenho medo dela da reação q ela pode ter comigo. mas por outro lado tenho mto medo de deixa-la com o irmao dele, pois a mae e o outro filho vivem em guerra. uma coisa é certa nao moro com ela, nao consigo sei q vo ser infeliz e sei q meu namorado precisa descansar um pouco da situação e no mesmo tempo tem medo de deixar a mae sozinha.falei ate q pago alguem para ficar com ela, elanao gosta de ficar sozinha. nao sei oq fazer. alguem pode me ajudar?

 
At 25 Maio, 2011 17:56, Anonymous Anónimo said...

Por favor me ajudem, gostaria muito de conhecer um grupo de apoio para familias de pessoas com esquizofrenia, aqui em Fortaleza ce.Não sei como fazer meu marido a procurar ajuda de um psiquiatra.
Tenho filhos pequenos e mal dou conta do dia-a-dia.
Obrigada.

 
At 27 Maio, 2011 02:24, Anonymous Anónimo said...

esquizofrenico vive em dois mundo um real e outro imaginario.e bom conhebem bem a pessoa ir sempre o pisicriatra, pcicologo segui a orientação dos medicos..ter paciencia...com fé em deus que da tudo certo..

 
At 03 Junho, 2011 19:11, Anonymous ADRIANAGOMES said...

ADRIANAGOMES.....Olá sou irmã de uma pessoa esquizofrenica gostaria de saber se posso cobrar para cuidar dela, porque não sou eu que tenho a guarda dessa irmã mas sim a outra irmã que tem mas ela nem quer saber de cuidar da doente mas só do dinheiro da doente em benefício próprio ,e eu estou desempregada por isso a tutora se acha no direito de deixar minha irmã doente comigo porque ela acha que irmã não tem direito de receber para cuidar de irmã........

 
At 07 Julho, 2011 02:25, Blogger flor said...

ola meu esposo e esquizofrenico esta ficando insustentavel a situaçao, as vezesz penso que nao vou aguentar,ele surta muito alem desta doença e parksoniano ja avançado,ja pensei em interna-lo mas o custo e alto e tenho medo de maltrata-lo gosta de fazer exibicionismo da sua pessoa tenho que ficar atenta,quanto chaves se nao ele foge ja fui ameaçada por causa dele por outras pessoas preciso de orientaçao por favor obrigada por este blog meu nome e florismar amaral

 
At 08 Julho, 2011 02:38, Anonymous Anónimo said...

Minha filha de 24 anos sofre de esquizofrenia, atualmente está internada. Estou a procura de pessoas interessadas em formar uma residência terapêutica em Belo Horizonte. Favor entrar em contato: claudiah757@aol.com

 
At 11 Julho, 2011 19:57, Anonymous Anónimo said...

Olá, tenho um irmão que também sofre dessa grave doença. ele vai completar 26 anos e desde os 12 anos que ele apresentou os sintomas da esquizofrenia. dia 14.07 é o dia de aniversário dele e infelizmente ele vai passar internado. É só minha mãe para cuidar dele e noto que o tempo passa e ele vai ficando mas agressivo. Mas minha fé em Deus é maior que todo o sofrimento. Deus sabe todas a s coisas. Para todas as pessoas que tem um paciente especial em casa, Não desanimem por que tudo na vida passa, inclusive o sofrimento.

 
At 17 Julho, 2011 03:33, Anonymous Anónimo said...

Eu não sei mais o que eu faço em casa.Meu marido tem esquizofrenia e ele vive entre á realidade e á ilusão.....ele é tudo que eu sempre sonhei para mim porque ele me trata muito bem,sempre me diz que me ama é muito dependente do meu amor, é muito carinhoso ,super preocupado,mas quando ele tem crises ilusórias ele diz que quer matar nossa filha e bate nela...eu trabalho e quando eu saio está tudo bem ,mas quando chego em casa ás vezes ela vem chorando para meu colo dizendo que ele bateu nela sem motivos e eu pergunto á ele se ele fez isso e ele diz que não e outros momentos ele diz que ele bateu nela porque ela merecia que que se ela não se comportar ele vai acabar matando ela.Eu não sei que fazer...eu não posso deixar ela com ele,não consigo deixar ele porque eu amo ele apesar de quando ele tem crises ele querer quebrar tudo em casa.Eu não sei mais o que fazer eu queria ter uma vida normal com ele mas á doença dele impede isso-tira á minha paz.Ele é inteligente,bonito,carinhoso,faz tudo para me agradar mas quando ele tem crise ele parece um monstro e quando ele caí em si ele continua á vida como se nada tivesse acontecido e quando eu digo que ele quebrou ás coisas ele diz que eu estou mentindo e que ele não se lembra disso.Eu tenho medo dele matar nossa filha e dizer que não se lembra.....é tão difícil!Minha família acha que ele não tem doença nenhuma e que ele é ruim mesmo e diz que eu sou uma péssima mãe por que eu deveria no minimo ter abandonado ele por ele ter batido em nossa filha.Eu amo os dois e não sei mais o que fazer.....eu gostaria de viver em harmonia com os dois,mas essa doença tem acabado com minha tranquilidade.Me ajudem por favor..........

 
At 21 Julho, 2011 14:48, Blogger Marden Carvalho said...

A medicina, baseando-se apenas na ciência materialista, pouco ou quase nada poderá oferecer aos portadores de distúrbio mental. Todo o medicamento será portanto, paliativo e não poderá curar os pacientes, haja vista que a causa não se encontra no cérebro. A prova está nos próprios depoimentos dos comentaristas deste blog, que se abstendo dos medicamentos os distúrbios voltam e em alguns caos, bem piores que antes. Está na hora dos profissionais da saúde, olharem para esse problema com mais cuidado e atenção. Escrevi certa vez um artigo sobre a esquizofrenia, no qual disponibilizo alguns links uteis não apenas para os familiares que tem algum parente portador desse distúrbio como os profissionais da saúde. Segue o link: http://goo.gl/1V2gs

 
At 23 Julho, 2011 17:37, Anonymous Anónimo said...

Gostaria de saber se há algum grupo de apoio aos familiares em Belo Horizonte, minha mãe sofre de esquizofrenia: tem alucinações e mania de perseguição, se recusa a se tratar pois acha que está normal, não sei mais o que fazer, as crises estão ficando cada vez mais piores.

 
At 26 Julho, 2011 14:01, Anonymous Anónimo said...

OLA ,MEU IRMAO DE TRINTA ANOS SOFRE DE ESQUIZOFRENIA E HOJE ELE ESTA EM PORTUGAL E NAO SETA BEM ESTAMOS TODOS DESESPERADOS O QUE POSSO FAZER PARA TRAZELO DE VOLTA

 
At 02 Setembro, 2011 20:08, Anonymous Anónimo said...

Tem 8 meses q descobri q meu marido é equizofrenico. O difiícil é lidar com a falta de aceitação de sua família, e ainda as acusações de que ele desenvolveu a doença devido ao casamento. Agora sofro acusações de traição do prório, não sei como lidar com isso, tenho colocado o remédio em sua bebida, mas tenho medo dele descobrir e me agredir. Além disso o remédio é mto cao, cerca de 210 reais por mês, fora as consultas. Sinceramente eu preciso de ajuda pq acho q vou ficar doente tb, tem dias q não tenho vontade de levntar e nos finai de semana chego a dormir mai de 12 hs. Será q alguém conhece algum grupo de ajuda em Campos dos Goytacazes? obrigada

 
At 05 Setembro, 2011 17:52, Anonymous Anónimo said...

olá, recentemente descobri que um amigo tem esquizofrenia. A familia dele que nos informou, não sei como lidar com ele quando chegar aqui em casa, como devo me comportar e o que devo fazer para ajuda-lo?
Desde já agradeço pelas informaçoes contidas nesse blog. Ha, como vcs fazem para responder as inumeras perguntas aqui presentes?

 
At 07 Setembro, 2011 21:21, Blogger Projeto Literário ELE said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 07 Setembro, 2011 21:24, Blogger Projeto Literário ELE said...

oooooooo

 
At 12 Setembro, 2011 11:32, Anonymous Elaine said...

Tenho um parente esquizofrênico e gostaria de participar de grupos de apoio à familiares. Moro na região de Bangu no Rio de Janeiro, onde posso encontrar endereços próximo à minha residência ?

 
At 12 Setembro, 2011 11:41, Anonymous Elaine said...

Oi,sou a Elaine de Bangu. Esqueci de deixar um contato caso alguém possa me ajudar. Meu E-mail é eladisouza@yahhoo.com.br.

 
At 22 Setembro, 2011 02:59, Anonymous Anónimo said...

e complicado conviver com uma pessoa que esta na crise de esquizofrenia principalmente quando
esta nao aceita o tratamento

 
At 08 Outubro, 2011 18:19, Anonymous Anónimo said...

Há mais de trinta anos q/minha irmã tem esquizofrenia, no começo desconhecíamos a doença, apesar de ela estar tomando as medicações estes anos todos e doença continua e as vezes existe a crise da doença somado com a falta de gratidão por parte do próprio doente, lançando em cima da família desrespeito e tentativas de ataques físicos com investidas. Com ela você não pode ser muito dócil, senão ela monta em cima de você e quer mandar, e xinga com palavras de baixo calão. O que tem levado inclusive acaba levando uns sopapos, para enquadrar no seu lugar. Esta situação já tem causados sérios transtornos dentro da família, porque os maridos e esposas já não estão suportando mais. Realmente é muito difícil.

 
At 08 Outubro, 2011 18:23, Anonymous Anónimo said...

Gostaria de saber se existe algum lar mesmo particular, que abrigue um doente esquizofrenico????

 
At 12 Outubro, 2011 14:17, Anonymous Anónimo said...

A minha mãe tem esquizofrenia, tenho 23 anos e uma irmã com 15 com paralisia cerebral. Escondi durante um ano o que se passava na minha casa e o resultado foi péssimo. em 2009 a bolha rebentou. eu não estava em casa e foi um vizinho que me telefonou.
Penso que é uma vivência muito bruta para quem não tem a doença mas sofre com ela. No meu caso tive que cuidar de mim, da minha mãe e da minha irmã. Chegou a ser internada mas sendo médica o caso torna-se pior porque "auto-medica-se" e não encara o que vive como uma doença. Vivo apenas com elas... o meu pai ajuda.me mas não é a mesma coisa que ter alguém na mesma casa que nós, a ajudar a passar o pior.
Este ano decidiu largar a medicação e já chegaram os primeiro sintomas... estou a tentar resolver a situação com a ajuda do meu pai.. mas tenho muito medo...

Chegou a enganar-se na medicação da minha irmã ou dar em duplicado....

Apesar de "ter sempre alguém" a ajudar, sinto que faço "tudo" sozinha. apenas palavras bonitas e de apoio por xs não chegam.
Hoje soube que a doença é para a vida....

 
At 12 Outubro, 2011 14:26, Anonymous Anónimo said...

Ps: Penso que só percebe quem passa por isso...

quando a doença estava no rubro tirei a minha irmã de casa e fui viver com o meu pai.

cheguei a ser acusada de deixar a minha mãe no momento que ela mais precisava, mas para alem de continuar a ajudar, e ter amigas dela a ajudar também, tentei fazer ver o meu lado.

a pessoa respondeu.me que sabia perfeitamente o que se estava a passar porque fez uma viagem de carro (1hora) sem falar com a minha mãe..
portanto o medo que tenho de estar em casa resumia-se ao facto da minha mãe estar calada!!! não era por ver a dançar e a falar sozinha a vestir-se como se fosse para uma festa e fechava-se no quarto, exagerar na medicação da minha irmã..

sinceramente acho que todos deviam tentar perceber o que de facto uma pessoa vive dentro do habitat do doente... é impossível descrever o que se vive e penso que isso é o facto de não causar impacto nos terceiros...

 
At 28 Outubro, 2011 16:03, Anonymous Anónimo said...

este blog apesar de estarmos no ano de 2011.ainda escreve o martelo das bruxas .. a santa iquiziçao galileu galilei .. escrevi a poucos dias uma investigaçao feita com exito que curei meu irmao 100 por cento das perturbaçoes desta doença coloquei aqui e voçes apagaram per um julgamento de falta de conhecimento de voçes mesmos ... posso afirmar apesar dos meus 62 anos de idade que a esquizofrenia paranaica tem cura simmm o caminho e´´ goétia de salomao dali sai a cura e ali que está o problema sim fico desapontado com esta pessoa chefe deste blog pois seu horizonte mental ainda e´´ pequeno ... que um dia seu horizonte avam.se como o universo

 
At 28 Outubro, 2011 17:25, Anonymous Junior said...

É carissimos o problema é serio sim. De fato so entende o problema quem convive diariamente com ele, no meu caso ja sao 5 anos da minha viva lutando para ajuda minha irma. Quem nunca aqui ja foi espancado e nao poder reagir devido ter sempre aquela pessoa que cresceu junto com vc, incentivou vc a estudar? Quem nunca aqui viu seu ente querido tentar o suicido seja com armas (facas ou algo do tipo) ou tentando se atirar de algum lugar? O fator desgastante maior dessa doença é quem cuida de uma pessoa dessas acaba nao tendo tempo seje pra estudar namorar enfim... No meu caso eu ja estudo direito mas namoradas ainda nao estou disposto a dividir isso com ninguem. Tratamento? Se é que tem profissionais competentes nesse nosso Brasil sao poucos mesmo... No caso da minha irma rodamos por + de 20, um pior que o outro passando remedio errado e ela so piorando. O meu relato aqui é para encorajar quem cuida de uma pessoa assim, apesar de tudo o que passamos todo o sofrimento, toda luta, tenha fe assim como eu tenho. Um dia meus amigos esse pesadelo ira acabar confiamos em deus e sua justa e poderosa mao que nao nos abandonara por mais dificil que seja sua cituacao saiba que Deus nunca da + do que aquilo que voce pode suportar. Lembre-se o "Deserto" é a escola de Deus! Força para todos aqueles que assim como eu passam por isso. Fiquem com Deus Amem.

 
At 07 Novembro, 2011 18:24, Anonymous Anónimo said...

Moro em Londrina, no Paraná, e gostaria de uma casa de tratamento para um doente esquizofrenico (moradia), pode ser particular. se alguem souber, mande email para alemmz@hotmail.com obrigada

 
At 22 Novembro, 2011 19:29, Anonymous ivone said...

meu marido sente-se perseguido ouve voses chora sem quarquer motivação fala em suicidio tem um desanimo fora do comum fez uso de maconha durante 20 anos e parou derrepente oque devo fazer para ajuda-lo?? sera que ele tem esquisofrenia?? desde ja agradeço.

 
At 30 Novembro, 2011 01:37, Anonymous Anónimo said...

Pois é meus amigos humanos, é uma das situações mais delicadas que existe. COnheci uma garota, com inteligencia fabulosa, depois de 1 ano de namoro, apareceu alguns fatores psicologicos, como depressao, sindrome do panico entre outro, ate ser diagnosticado a esquizofrenia... estive com ela em algumas crises, é muito pesado, vc ver alguem que ama, se debatendo, se martirizando e matando quem esta por perto. ela acabou cometendo um aborto, o pai teve um derrame e ela sempre esteve envolvida em um meio, de muitas festas, amizades superficiais, drogas... pessimos habitos alimentares etc... enfim, decidi me separar dela, pois ela nao queria se cuidar e eu estava ficando doente, hj faz 3 semanas que não sei dela, mas recebi a noticia de um amigo, que disse que ela estava em uma festa... enfim, creio que depois que parti, ela esta com sua vida passada de volta, bebedeira, festas, cigarros, maconha e falsidades.. é muito ruim isso, de namorada ela passou a paciente. como ela nao quis ajuda, eu decidi sair da situação e deixar para a familia dela, ela nunca me apresentou a familia, enfim.... situação muito triste, amadureci com a situação, mas oq a noticia que eu gostaria de receber dela, é que ela estivece bem, estivece na Luz. talvez um dia a vida nos coloque frente a frente, então saberei se ela ira se apresentar pela LUZ ou pelas trevas....

Que Deus perdoe nossas mazelas, assim como perdoamos quem nos faz mal.

 
At 30 Novembro, 2011 23:45, Anonymous Anónimo said...

Olá tenho uma pessoa com esse problema, as vezes não sei o que fazer , preciso trocar informações .
nandynha_oliveira26@hotmail.com

por favor aguardo respostas.

 
At 30 Novembro, 2011 23:45, Anonymous Anónimo said...

Olá tenho uma pessoa com esse problema, as vezes não sei o que fazer , preciso trocar informações .
nandynha_oliveira26@hotmail.com

por favor aguardo respostas.

 
At 30 Novembro, 2011 23:45, Anonymous Anónimo said...

Olá tenho uma pessoa com esse problema, as vezes não sei o que fazer , preciso trocar informações .
nandynha_oliveira26@hotmail.com

por favor aguardo respostas.

 
At 30 Novembro, 2011 23:45, Anonymous Anónimo said...

Olá tenho uma pessoa com esse problema, as vezes não sei o que fazer , preciso trocar informações .
nandynha_oliveira26@hotmail.com

por favor aguardo respostas.

 
At 02 Dezembro, 2011 01:18, Anonymous Anónimo said...

Estou vivendo esse problema e não sei o que fazer. Moro com meus pais...tenho 35 anos e um irmão de 36 anos ele é esquizofrênico e meu pai tbm.Os dois Xingam minha mãe e eu de palavras de baixo calão,não podemos receber nenhuma visita em casa toda a aposentadoria do meu pai fica na mão do meu irmão minha mãe está doente tbm reumatismo fica na maioria das vezes na cama tenho vontade de sumir ele é um ditador não gosta de tomar banho come exageradamente briga por causa de comida ,esconde todas as chaves da casa,espera o carteiro na porta e esconde todas as correspondencias e tenho que cuidar do meu pai semi acamado e minha mãe é duro mas essa é minha realidade hoje ,meu pai toma medicamentos para controlar essa demencia e meu irmão não quer saber de tratamento , ainda xinga estou a beira de um ataque de nervos... desistir de tudo e sumir ..!o que eu faço alguém pode me dar alguma sugestão? Se alguém quiser me falar algo sobre esse assunto por gentileza eu peço ajuda

 
At 14 Dezembro, 2011 03:08, Anonymous Anónimo said...

Realmente, somente quem fica com o rojão de cuidar de esquizofrênicos é que sabe das dificuldades, das humilhações e da falta de agradecimento por parte dos demais familiares, os quais se escondem (inclusive filhos) deixando para apenas um filho(a) a carga dessa maldita doença! Dá vontade de largar tudo e sumir, mas o pior é que, mesmo sem culpa pela situação, não consigo abandonar o "barco" e vou sobrevivendo...

 
At 16 Dezembro, 2011 23:40, Anonymous Anónimo said...

sou esquizofrenica e nao mereço morrer por iso tomo meus remedios, sou aposentada, nao agrido ninguem, enfim vivo bem minha vida.Graças aDeus e meus pais e meu marido.

 
At 26 Dezembro, 2011 23:55, Anonymous Anónimo said...

estou sofrendo, triste, magoada, ferida, se não fosse os remedios e este site e Deus e claro eu não sei o que seria de mim.Não aguento mais de tanto tedio.

 
At 27 Dezembro, 2011 21:47, Anonymous Anónimo said...

LI TDOS OS COMENTARIOS,E CMG NAO EH DIFERENTE ,VIVO UM INFERNO TENHO UM FILHO DE 18 ANOS Q DAR CRISES DE AGRESSAO QUASE TDOS OS DIAS SE ALGUEM PUDER AJUDAR PF PEÇO Q ENVIE PARA O EMAIL AMANDA5840@HOTMAIL.COM

 
At 27 Dezembro, 2011 21:47, Anonymous Anónimo said...

LI TDOS OS COMENTARIOS,E CMG NAO EH DIFERENTE ,VIVO UM INFERNO TENHO UM FILHO DE 18 ANOS Q DAR CRISES DE AGRESSAO QUASE TDOS OS DIAS SE ALGUEM PUDER AJUDAR PF PEÇO Q ENVIE PARA O EMAIL AMANDA5840@HOTMAIL.COM

 
At 28 Dezembro, 2011 11:26, Anonymous Anónimo said...

O rapaz de 18 anos tem que tomar remedio urgente para não dar mais crise.

 
At 19 Janeiro, 2012 23:59, Anonymous Anónimo said...

hoje estou muito triste pois minha vida esta uma merda estou deprimida, preciso me desabafar, sou esquizofrenica tomo remedios mas eles não tiram minha ansiedade estou gorda de tanto de comer não faço nada em casa mesmo sendo casada não posso ter filhos por ordem medicas vivo de teimosia.não trabalho sou aposentada tbem por ordem medica.E minha vida e tv, internet e cama que tedio.Queria saber oque eu posso fazer de bom e util nessa vida tão monotona e triste que levo?Me respondam por favor.

 
At 25 Janeiro, 2012 03:29, Anonymous Anónimo said...

oi;preciso compartilhar um pouco minha experiência sou casada há 12 anos meu marido também sofre com essa doença depois de algumas separações consegui entender o real motivo q até então não sabia q ele tinha esse tipo de problema descobrimos qndo estava grávida do nosso 2ºfilho(hoje temos 2);nunca desisti dele decidi enfrentar tudo junto com ele;passou por psquiatra tomou remédios q o deixavam dopado;mais com a força de vontade q ele tem de viver a vida parou de tomar e procura manter seu alto controle estou sempre ao seu lado para lhe ajudar com palavras de incentivo q é o q posso fazer mas sempre contando com a ajuda de DEUS pois sei q sem ele não chegaríamos no ponto onde estamos o nosso Deus é o deus do impossível e a fé move montanha;não posso afirmar q ainda não bate a insegurança de uma recaída com certeza;mais preciso confiar na força de vontade q ele tem de vencer e principalmente em deus somos católicos e nossa missão é em ir em todos os domingos as missas q é o q nos fortalece pois a cada dia é um novo recomeço..O IMPORTANTE É A PESSOA ACEITAR A DOENÇA e é claro qndo percebemos a necessidade não deixamos de retornar com os remédios q também é importante para q não se agrave..mas graças a deus ele é um ótimo pai um excelente marido e a cada dia q passa amo muito mais ele.Ele trabalha e tenta viver a vida normal com muita força de vontade q tem.ficarei sempre ao seu lado pois meu amo por ele e por nossa família é imenso.

 
At 08 Fevereiro, 2012 00:44, Anonymous Anónimo said...

parabens! experimente procurar uma igreja evangelica batista ou pentecostal. JESUS CURA, JESUS SALVA, JESUS LIBERTA! o meu marido se curou dessa doença, em nome de Jesus. Jesus promete uma nova vida a todos aqueles que buscarem a ele!

 
At 11 Fevereiro, 2012 22:57, Anonymous jorge said...

eu tenho uma esposa que é portador de esquizofrenia.... me sinto sozinho,pois ela me trata com indiferença.. nao senti afeto por mim... esta dificil...

 
At 12 Fevereiro, 2012 01:28, Anonymous Anónimo said...

tenho um filho de 18 anos esq. oque me conforta e minha fe em meu deus jeova sem ele nem sei o que seria de minha familia ,sei o quanto e sofrido tanto p/ odoente qto/ p/ a familia . digo as pessoas q. cuidam p/ que nao desanimem ninguem pede ou escolhem doenças elas surgem por conta de nossa imperfeiçao da carne ,mas nosso criador jeova deus logo vai sanar toda dor e f
sofrimemnto queirao ler em sua biblia apocalipsi;CAP.21;4 OBRIGADA ATE BREVE

 
At 14 Fevereiro, 2012 14:49, Anonymous Anónimo said...

quero falar com jorge penultimo depoimento o meu depoimento é esse q está um pouco mais acima dizendo q sou casada ha 12 anos etc...então quero t dizer q meu marido passou por essa faze logo no inicio da doença tambem sofri muito pois não conseguia entender por q ele me tratava assim mais com o passar do tempo em terapias q é importante junto com a medicação ele conseguiu entender as desconfianças q ele tinha criado de mim q não era real gaças ao meu maravilhoso DEUS....sei q não é fácil é isso ai meu amigo a cada dia q se passa são desafios q enfrentamos mais não desista dela pois juntos vcs são capazes de vencer entrega na mão de DEUS em primeiro lugar peça força e sabedoria para enfrentAr esses desafios.DE UMA COISA VC PODE TER CERTEZA nesse momento sua esposa precisa muito de sua coragem e garra pois até mesmo ela deve sofrer por uma coisa q nem ela mesmo entende...não deixe de procurar ajuda médica e leve ela a igreja faça um propósito com DEUS independente de q religião seja o mais importante será sua fé...pois somente através de sua fé vc será capaz de continuar de pé para ajuda-lá....outra coisa q quero menciona sou católica com muito orgulho e acredito q recebi de deus muitas bençãos e vitórias através da minha fé pois sei q deus nunca me abandonará não precisei mudar de religião para receber muitas graças também continuamos em luta constante mais acredito q deus age na hora certa em nossas vidas....MAIS INDEPENDENTE DISSO CREIA SEMPRE O MAIS IMPORTANTE É SUA FÉ E ESTÁ SEMPRE COM DEUS EM SUA VIDA....

 
At 29 Fevereiro, 2012 19:40, Anonymous Anónimo said...

quero aqui falar uma coisa vamos escreva sobre esquizofrenia eu gosto quando tem artigo sobre esse tma vamos la gente.

 
At 13 Março, 2012 18:29, Anonymous Anónimo said...

Gente, alguém aqui, por favor, sabe como convencer um esquizofrênico se tratar? Se alguém souber me responda aqui mesmo nesse site, por favor. Obrigada.

 
At 13 Março, 2012 18:29, Anonymous Anónimo said...

Gente, alguém aqui, por favor, sabe como convencer um esquizofrênico se tratar? Se alguém souber me responda aqui mesmo nesse site, por favor. Obrigada.

 
At 15 Março, 2012 02:30, Anonymous Anónimo said...

O MEU MARIDO ACEITOU O TRATAMENTO ATRAVES DA MÃE E IRMÃO DELE POIS NO MOMENTO ERA QUEM ELE MAIS CONFIAVA MAIS ELES TIVERAM MUITAS CONVERSAS ATÉ ELE ACEITAR IR

 
At 15 Março, 2012 02:31, Anonymous Anónimo said...

O MEU MARIDO ACEITOU O TRATAMENTO ATRAVES DA MÃE E IRMÃO DELE POIS NO MOMENTO ERA QUEM ELE MAIS CONFIAVA MAIS ELES TIVERAM MUITAS CONVERSAS ATÉ ELE ACEITAR IR

 
At 30 Março, 2012 23:10, Anonymous Anónimo said...

tem 18 anos que sou apaixonada por um homem eu não o esqueço , agora veio esta doença esquizofrenia em mim e eu penso sera que e por causa dessa paixao platonica?
eu preciso saber pois não me abro com ninguem, pois hoje sou casada com outro homem o amo mas não esqueço o outro.

 
At 06 Abril, 2012 15:30, Anonymous mayara said...

olá, se alguém souber de um lugar onde o esquizofrênio pode passar os dias e fazer atividades como terapia ocupacional na cidade de indaiatuba ou região por favor me digam, pois tenho que trabalhar e não tem ninguém que possa ficar com meu familiar esquizofrênico, grata.
may_mineiro@hotmail.com

 
At 07 Abril, 2012 18:26, Anonymous Anónimo said...

estousofrendo muito com a doença do meu irmao eu motro longe dele e a unica pessoa q pode ajudar ele odiou q eh seus pais...eu a irma dependo de boa vontade de pessoas p conseguir leva lo no medico ...minha familia expulsou p fora de casa nao entendem a doença so eu e mesmo assim estou longe para apoiar e levar ao medico amigos de lah estao tentando internar pq teve dois surtos onde quase matou meus pais..oh sofrimento q eu estou passando.quero add pessoas q estar com os mesmo problemas q eu ...me add p trocarmos ideias ..mel.elis@hotmail.com

 
At 18 Abril, 2012 00:42, Anonymous Anónimo said...

acho que tambem sou esquizofrenoca e a familia nunca percebeu. agora minha filha com 20 anos é esquizpfrenica cid 10 f 20 os medicos não sabem mais o que fazer com ela. dão o remedio eu que me vire em casa com ela. não posso devolver para o fabricante nem trocar por um modelo mais avançado nem fingir que não é minha. a familia diz que eu tenho que ter paciencia , mas ninguem fica la em casa com ela. ela se comporta muito bem quando tem visitas, por isso as pessoas acham que a doente sou eu. querem que eu faça terapia e o escambal, mas ninguem quer ficar com ela um pouco pelo menos para eu descansar minha cabeça.o pai dela passa muito a mão na cabeça dela, e vai contra mim dia que eu não tenho gosto dela e não aceito o jeito dela , quer que eu concorde com todas loucuras dela e dele. acho que ele tb é esquizofrenico, eu me casei com louco não sabia. agora pior ainda não sei mais o que fazer. deixo assim mesmo, espero a morte, não ligo pra mais nada, faço alguma coisa, parece que nada da certo. dizem que sou pessimista, estou mesmo com vontade de desistir de tudo e de todos.

 
At 28 Abril, 2012 21:11, Anonymous Anónimo said...

não moro com minha mãe mas ela me ajuda financeiramente juntamente com meu pai pois so recebo um salario e meu marido esta desempregado não e facil para minha nem para minha familia , mas com amor e carinho todos cuidam de mim pois sou esquizofrenica a 3 anos e eles tem muita paciencia comigo.

 
At 05 Maio, 2012 02:14, Anonymous Anónimo said...

estamos muito feliz pois hoje faz 18 dias q estavamos em um sufoco meu marido teve uma crise e dessa vez estava mais forte a dose de remedio foi aumentada foi dias de sofrimento pois ele se sentia perseguido com alucinações não conseguia sair de casa só com muito medo imediatamente procuramos o medico dele um excelente profissional q o acompanha desde 2006 e tambem o maior médico de todos nosso maravilhoso deus pois nunca nos abandonou estamos fazendo todos os dias o terço de cura e libertação e cremos q a cura do meu marido está nas mãos de deus não vamos desistir vamos persistir em deus q sabemos q a vitória será no momento dele pacienciA e perseverança é o prncipal ponto e a confiança em deus q é o q nos mantem em pé.uma coisa q também quero mencionar é q nas noites q ele não conseguia dormir lutamos muito para q ele não tomasse o tegretol para dormir pois o principal q é o resperidon ele já toma seria apenas uma droga a mais.Então a hora q fosse da madrugada levantavamos pegavamos a biblia ajoelhavamos e juntos tambem faziamos o terço da misericordia e pronto com muita fé e confiança ele conseguia dormir...SEI Q A VITÓRIA VAI VIR NO MOMENTO DE DEUS E VAMOS CONTINUAR PERSISTINDO JUNTOS EM DEUS SOMOS CATÓLICOS E NÃO VAMOS MUDAR DE RELIGIÃO POIS NOSSA FÉ É IMENSA.Depois de 15 dias ele retornou ao trabalho se sentindo bem melhor a mudança é visivel vejo ele sorrindo a fala voltando ao normal e a cada dia se recuperando muito bem Deus é tão maravilhoso em nossa vida nunca deixei de acreditar q ele agiria no momento certo...

 
At 05 Junho, 2012 20:15, Blogger lol said...

Tenho uma mãe esquizófrénica e tive um tio também portador da mesma doença. O tio era agressivo com os familiares agredindo fisica e verbailmente estes, para além desta doença também era Toxicodependente e Alcoólico. A minha mãe não, mais calma mas de vez em quando também fazia das suas, era mais controladora do filho ou seja possesiva.
O Psiquiatra diz que a minha Mãe não quer fazer tratamento, que esta não admite que é Esquizofrénica e ele não a pode obrigar, só o Tribunal através do Delegado de Saúde se este vir que ela é um perigo para a Saúde Pública.
Eu filho sofro e sofri muito com eles, pois na Residência Familiar existia muita violência fisica e verbal, hoje aos meus 36 anos fui para consulta de Psiquiatria por minha vontade pois não me ando a sentir bem, nunca pensei que talvez esses comportamentos agresssivos me fossem afectar ao nivél de saúde. Não entendo como o Estado Português pode deixar uma criança a viver com Esquisofrénicos sem tratar a mãe e o tio. Poderei estar hoje portador da doença ou afectado pela convivência com os dois doentes? Penso ser talvez um traumatismo, não sei.

 
At 08 Junho, 2012 16:19, Blogger Gatunhas said...

Olá boa tarde. Venho aqui deixar o meu testemunho como irmã de 33 anos de um jovem de 20 que foi agora diagnosticado esquiziofrenia. Fui eu que criei este menino, comigo deu os primeiros passos e falou. Há cerca de 4 anos atráz, falei com os meus pais e disse que não achava muito normal o comportamento do meu irmão, pois sempre o acompanhei e até fui encarregada de educação dele até ao secundário e para mim desde essa altura ele já apresentava sintomas de qualquer psicose... Mas quando é "nosso" custa admitir e deixamos a vida seguir...entretanto ele seguiu a vida militar e agora com 20 anos a 1ª crise critica aconteceu, ainda ele estava a trabalhar no Exercito.Para mim o meu irmão é o filho que não tenho e por ele, pela milha familia, movo mares e terras até que a morte me impeça! è tudo novo para mim, não creio na cura , mas sim na estabilização e não vou desistir nunca de ajuda-lo. Tudo isto é uma grande Cruz que sei que vou carregar para o resto dos meus dias, mas fa-lo-ei por ele, pelo meu Pai, pela minha Mãe e por mim. Neste momento ele está internado compulsivamente, já tratei de tudo relativamente a cessar o contrato dele e vou continuar a lutar para que tenha uma vida melhor. Estamos cá todos de passagem com uma Missão, cumpram-na com Amor , carinho, e muita fé! Que Cruz de todos voces seja o mais leve possível. Abraço!

 
At 08 Junho, 2012 16:28, Blogger Gatunhas said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 20 Junho, 2012 18:47, Anonymous Anónimo said...

e uma cruzmesmo atrapalha nossa vida toda social,psicologica, mental, religiosa, tudo fica muito difícil com essa doença mesmo ela sendo estagnada e duro eu sou esquisofrenico e sei como e duro viver uma vida normal, mesmo fazendo o tratamento correto.QueDeus nós abençoe sempre.Amém.

 
At 28 Junho, 2012 01:32, Anonymous Anónimo said...

Minha filha tem 13 anos e aos 12 foi diagnosticada com esquizofrenia. Ela teve seu primeiro surto a 3 meses atrás. A medicação foi trocada. Ela ainda tem alguns pensamentos estranhos. Ela se isola, não tem afetividade pelas pessoas e não tem muita vontade de fazer as coisas. Ela é um amor. Não é violenta, nem agressiva. Eu e meu marido somos muito pacientes com ela e a amamos do jeito que ela é. Temos esperança. Acreditamos que a medicação fará o efeito desejado. Quem tem esquizofrenia tem que ser tratado com muito amor, respeito e dignidade.

 
At 29 Junho, 2012 20:05, Blogger Camila Dias said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 29 Junho, 2012 20:08, Anonymous Anónimo said...

Olá, tenho 30 anos e sou filha única de uma mãe também diagnosticada com esquizofrenia. Na minha mãe, a doença despertou tarde, aos 50 anos de idade (há 3 anos atrás). Ela sempre foi uma pessoa muito alegre, disposta, batalhadora, moderna, ativa e vaidosa! Foi mãe solteira e muito jovem, e sempre trabalhou duro pra me criar sozinha e me dar uma vida digna. E fomos sempre muito felizes assim! Depois de uns anos, ela conheceu um moço, namoraram, casaram e se mudaram para os EUA. Minha mãe sempre foi muito ligada à família e especialmente ligada demais comigo, que sou única filha. Só que eu fiquei no Brasil, fazia faculdade na época, em fase de conclusão do curso e não pude acompanhá-los. Sempre que dava $, ela vinha me visitar aqui.. pelo menos 1 vez ao ano. Mas essa distância e solidão fez com que minha mãe começasse a ter atitudes estranhas. Me ligava chorando, dizendo que estava sendo perseguida, falava que a casa dela estava cheia de bichos, que sentia cheiro ruim, que todo mundo zombava dela e que “eles” (as pessoas imaginárias) iriam matá-la. Nossa, eu fiquei em choque! Não acreditava que isso podia ser verdade e que estava acontecendo dentro da minha família! E eu aqui no Brasil, nessa lonjura, sem poder fazer nada! Então o marido dela a enviou ao Brasil para iniciar o tratamento. Fomos num psiquiatra que receitou RISPERIDONA, AKINETON e AMYTRIL e disse que ela tomaria essa medicação por um longo tempo. Ela continuou fazendo o tratamento lá nos EUA, comprando e tomando os remédios direitinho e de tempo em tempo ela sempre veio ao Brasil passar novamente com esse médico. Graças a Deus, ela só teve 1 surto e depois que foi medicada nunca mais teve nada daqueles sintomas terríveis... Mas não sentíamos muitas melhoras com relação ao humor/astral. Está sempre apática, sem demonstrar emoções, desinteressada.. nem TV ela assiste direito. E se assistir, parece que não está prestando atenção. Agora ela está aqui no Brasil e fomos recentemente numa outra médica, ouvir uma segunda opinião. Explicamos tudo e essa nova médica ajustou os remédios. Agora minha mãe também toma o QUETROS (quetiapina). Faz 15 dias que entramos com essa nova medicação e estamos bem confiantes de que ela vai sair dessa e vai superar isso tudo! Enfim, quero dizer à todos vocês que realmente não é fácil, tem dias que eu choro muito e sinto falta daquela mãe alegre que eu tive... as vezes penso que aquela minha mãe morreu e agora tenho uma outra mãe, feita no mesmo corpo, só que com outra personalidade. Sei que cada dia é um novo dia e que devo acreditar na vitória! Vamos que vamos!

 
At 24 Julho, 2012 19:29, Anonymous Anónimo said...

O meu Nome é lara romão, o meu irmao esteve detido durante 6 anos, antes de entrar para a prisão cometeu erros que o fez ter de cumprir esta pena, mas, era uma pessoa normal..
No terceiro ano de cumprimento de pena começei a notar nas visitas que o meu irmao repetia as mesmas perguntas constantemente..pedi ajuda á assistente social no momento, alertei para a situação, tentei mostrar que ele precisava de ajuda e nunca nada foi feito...
O ultimo ano de cumprimento do meu irmao, a situação já era tão grave tão grave que foi
internato no hospital prisional de monsanto na psiquiatria...Eu vivo fora de Portugal e falava sempre ao telefone com o meu irmao já apos ele ter cumprido os 6 anos, ele pediu-me quantias avultada de dinheiro para se poder orientar, saír do país para arranjar trabalho, comprar um carro em segunda mão, e gastei tudo o que tinha e o que não tinha para o ajudar. Vou ficar no país até Novembro, pois estou grávida e com problemas na gravidez
.Todo o dinheiro que enviei, o carro que lhe comprei desapareceram sem deixar rasto...não sei oq ue fez com tanto dinheiro que lhe enviei, sinto que ele me tenta manipular, mas como me corta o coração e ele de vez em quando ate tinha conversas lucias sempre acreditei que de facto arranjaria trabalho fora do país..A verdade é que se não me tivesse vazado os bolsos ainda hoje me continuaria a maniplar para lhe dar dinheiro dizendo que era desta vez que iria saír de casa para procurar trabalho..
Eu confesso que quando lhe mandava o dinheiro, era por ele, mas também pelos meus pais, pelo sofrimento que têm de ter um filho de 40 anos em casa que não faz nada, que so os agride verbalmente, que tem tudo sujo, não ajuda em nada..

.hoje em dia passaou um ano e meio que saiu da psiquiatria do hospital prisoional e o meu irmao esta na casa dos meus pais fechado num quarto, não come, está pele e osso..quando sai do quarto inferniza a cabeça da minha mãe, inferniza a vida de toda a gente...

A mim so me procura para pedir dinheiro e com promessas que tem de trabalhar que precisa de ajuda...

O hospital onde ele esteve internado Monsanto, recusa-se a dar-nos o diagnostico da doença que os levou a interna-lo, ou seja, nós não sabemos se é esquizofrennia ou outra psicose qualquer.
Tento conversar com o meu irmao para o convençer que ele nao esta bem, para o levar a um psiquiatra. Ele diz que a policia o persegue, fala noutra lingua quando me telefona pois diz que estão a escutar a chamada...e diz que a maluca sou eu que eu é que deveria procurar um psiquiatra..
Eu não sei mais o que fazer, ele está a acabar com os ultimos anos de vida dos meus pais que já são de idade..está a acabar com a paz da minha vida, estou deseperada. As vezes odeio o meu irmão, e so me apetece desparecer da vida quer dos meus pais quer dele e ser feliz curtir a minha gravidez e o meu filho...é normal eu sentir e desejar isto?? preciso de ajuda o meu contacto é 93 322 20 77 , quem souber a quem eu posso recorrer ou quem posso falar por favor ligue para mim..

 
At 25 Julho, 2012 06:51, Anonymous Anónimo said...

esqueci de dizer, que o telefone que deixei e Portugues o indicativo é o +351 (93 322 20 77)).
Gostaria ainda de acrescentar que não condigo partilhar o sentimento d coração aberto de ajuda como em alguns comentarios que li...o meu irmão toda a vida foi um "marginal" roubava os proprios amigos, mesmo antes de se meter em drogas, fazia mal aos animais, era violento...depois começou a usar drogas, assaltava, ameçava...depois deixou de consumir drogas para as traficar...ao todo na vida dele esteve detido 12 anos 6 ainda com 20 e poucos anos e outros seis em 2006. Agora que saiu saiu com este problema...o meu pai acho que já o odeia, pois ele sempre esteve nas nossas vidas para as enfernizar de alguma forma..agora diz que os malucos são os outros e não quer ser ajudado, no entanto não sai de casa e enferniza a vida de toda a gente..
Pergunto, é justo uma familia inteira ter deixar de viver, de ser feliz, em prol de alguem que so fez foi mal nesta vida e que ainda por cima não quer ser ajudado? È justo aceitarmos este karma e abdicarmos da nossa felicidade?
ajudem-me por favor
Lara Romão

 
At 25 Julho, 2012 09:16, Anonymous Anónimo said...

Envio também o meu email para caso alguem me queira escrever e iluminar..

Lara Romão - monicaromaoe@hotmail.com

 
At 17 Agosto, 2012 12:48, Anonymous Maria Tereza Carvalho said...

Considero um absurdo que o Estado, aproveitando-se da ingenuidade dos que pregam a "reforma psiquiátrica", deixe os doentes desassistidos, obrigando familiares leigos a lidarem com doentes gravíssimos. Isso sim, é extrema irresponsabilidade e crueldade. Tal situação faz com que os familiares se transformem também em inválidos e doentes, já que passam a viver em função de prestar assistência ao doente grave, tarefa que lhes é não só penosa como impossível. O doente tampouco melhora em função disso, muito pelo contrário. Quantas pessoas terão de morrer, quantas vidas terão de ser destruídas para que a opinião pública se convença de que, em certos casos, a melhor alternativa é a institucionalização definitiva do doente mental? Por que não melhorar os manicômios, ao invés de simplesmente destruí-los? Vai custar um bocado de dinheiro reconstruí-los, quando finalmente se perceber que não é possível viver sem eles.

 
At 18 Agosto, 2012 23:34, Blogger chico lopes said...

meu comentário é semelhante ao da Adriana batista , sei que é mãe ,mas se tornou dificíl conviver com ela , pois quando tudo parece bom ela faz alguma coisa ruin , ela provoca e quer agredeir , não posso deixar , mas ela só agridí nós filhos , eu cuido dela, mas acho que não vou ser tão forta não , recentemente retirei omiolo da fechadura por segurança , pois há uma semana ela ligou para minha irmã e falou que iria por venenona comida , mas o pior foi que ela faz uma guerra depois os vizinhos meolham como se como se o mostro fosse eu ,agora no momento não estou trabalhando ,mas cheguei a pagar médico particular , certa vez hospitalisei a mesma , mas com uma semana tirei , ela passa um tempo sem aprontar , mas detrói o psicológioc de qualquer um ,não consigo me controlar , pois ela é minha mãe , mas é basatente inteligente (aos poucos ela destroi nossos sentimentos , já passei por muitas dificuladdes , mas ela paraece ingnora ,sei que ela nunca abandou a gente como fez meu pai , mas a loucura dela é cruel o clima é pessimo não quero mais que ela vá para casa dasminhasirmão em outra cidade , pois ela causa muito constragimento , o pior é que só sabe quem convive , ela se tratar no caps ,estive lá mas não andiantou ,pois não tinha o número do prontoário , mas falei com a assistente social , sai em março de um trabalho que tinha os estresses ,tabalahava embarcdo ,mas não aguento ta em casa não ,pois quando estava na minha folga tinha brigas que ela criava ,faço tudo que poso mas não aguento continuar com isso , pois ela faz parecer que sou um bicho ,certa vez ela falou que tentei quebarar o braço dela recentemente ela quebrou a porta e quando fui arastar ela para levar para o hospital , perdí a cabeça e ela se jogou no chão como de outra vez , depois que sai de casapara não fazer nada ela chamou todos os vizinhos ,liguei para o 190, e samu o samu levava para o hospital mental mas não dava garantia de hospitalizar ,agora eu pergunto quem ver ela acha que ela é normal , ela é fácil de enganar um médico como fazer para resolver isso ? o pior é que nem a m. do inss paga algum auxílio , pois não eles que convivem com ela , acho que morrer não é tão ruin assim não ,pois sempre tentei fazer o que correto e parece que Deus nãoolha , para o que passamos !

 
At 23 Agosto, 2012 02:52, Anonymous Anónimo said...

Fico impressionada com a ajuda e carinho que vc têm. meu pai é esquizofrênico, violento, humilha a família toda. Mas não acredito que seja culpa somente da esquizofrenia, acho que ela desencadeia tudo o que temos de bom e de ruim, sem censuras. e a minha sensação é que a gente tem uma parcela de escolha. Porque afinal, todo mundo tem um pouco de médico e de louco, não? Então devo confessar que fico querendo o máximo de afastamento. E não concordo com a pessoa que disse que o irmão tem problemas porque não quis ficar perto. Ninguém é obrigado a entregar o seu próprio fígado, porque é uma pessoa da família. Desculpa a sinceridade, mas é o que penso. E acredito que um terapeuta falará o mesmo.

 
At 23 Agosto, 2012 02:52, Anonymous Anónimo said...

Fico impressionada com a ajuda e carinho que vc têm. meu pai é esquizofrênico, violento, humilha a família toda. Mas não acredito que seja culpa somente da esquizofrenia, acho que ela desencadeia tudo o que temos de bom e de ruim, sem censuras. e a minha sensação é que a gente tem uma parcela de escolha. Porque afinal, todo mundo tem um pouco de médico e de louco, não? Então devo confessar que fico querendo o máximo de afastamento. E não concordo com a pessoa que disse que o irmão tem problemas porque não quis ficar perto. Ninguém é obrigado a entregar o seu próprio fígado, porque é uma pessoa da família. Desculpa a sinceridade, mas é o que penso. E acredito que um terapeuta falará o mesmo.

 
At 23 Agosto, 2012 02:58, Anonymous Anónimo said...

Concordo com o que disse Maria Teresa Carvalho. Daqui a pouco somos nós que estaremos doentes. Porque não temos especialidade para tratar com a doença. Acho um absurdo esta nova moda, de direitos plenos aos doentes, da família ter que tratar. Fica uma irresponsabilidade estatal imensa e um fardo absurdo para a família. Qual a solução?

 
At 14 Outubro, 2012 00:29, Anonymous Anónimo said...

é bem complicado, meu irmão sofre dessa doença, há mais de 7 anos por aí, já foi internado, usava drogas, vive num mundo totalmente dele, não respeita meus pais e muito menos eu e ninguém, não sabemos o que fazer a respeito, porque cada ano que passa ele fica pior mais violento, e não toma remédio, temos muito medo, quero mais informaçoes a respeito, li todos os comentários e intendo cada um de vocês, é uma coisa INSUPORTÁVEL de aguentar, porque na verdade não sabemos bem o que Fazer!

Meu email pra mais informaçoes de ajuda e conselhos...

lili-rocks1@hotmail.com

Fiquem na PAZ de Deus!

 
At 27 Outubro, 2012 13:35, Anonymous Anónimo said...

Bom dia, gostaria de saber se vcs realizam reunioes e o local. Obrigada.

 
At 19 Novembro, 2012 19:19, Anonymous veronica said...

olá eu sou Veronica

Tenho uma irmã com esquizofrenia grave desde 2007 ela ja foi internada várias vezes no hospital mental, e se não fosse logo internada tentava suicidio já fez três tentativa onde duas dela ela ficou em coma do IJF, hoje se envolveu com o maldito craque e foi presa eu pergunto se existe alguma lei que deixe uma pessoa esquizofrenica comprovada com atestados presa.Ela não matou.

 
At 27 Novembro, 2012 13:11, Anonymous Anónimo said...

estou passando por momentos bem difíceis procuro forças constante em Deus para enfrentar esse momento de tempestade e ventania que se aproxima meu marido é esquizofrenico tem momentos em que ele está super tranquilo mais nesse momento parece-me que está ficando confusa mais uma vez sua mente ele esta tomando as medicaçõeso pior de tudo que sua mãe está com uma doença grave que infelizmente ainda não tive coragem de contar a ele com medo de sua reação sei que preciso ajuda-lo a se preparar para essa notícia somos católicos ele participa do terço dos homens todas segundas nos outros dias da semana vamos fazer caminhada ou corrida sei que preciso fazer mais coisas para ajuda-lo que Deus me ilumine e me dê sabedoriapara enfrentar tudo isso....

 
At 23 Janeiro, 2013 20:37, Anonymous Carolina said...

Olá, minha mae tem esquizofrenia.
Ela nao e violenta nem se agridi nem fere seu patrimonio. Mas no domingo que passou tentou se jogar do predio em que moramos.Logo depois que chagamos da missa.Foi ate mim e disse que estava cansada da sua vida,eu na hora nao acreditei q pudesse fazer nada, pois sempre diz isso e nada faz. Dessa vez foi diferente. Tentou se jogar, sorte q meu namorado a sigurou, moramos no 5 andar.Depois searrependeu, pediu desculpas. No outro dia contei para minha tia que vem ser a irma da minha mae,ela disse que tinha que internar minha mae. Acontece que minha mae esta bem, no dia seguinte agiu normalmente, pediu desculpas. Mesmo assim a levamos no CAPS 3 para ser vista pelo psquiata e psicologo e foi atendida, a dra disse que minha mae naoprecisava ser internada.Disse que ela estava com uma tristeza,mas que estava calma,que precisava tomar um anti depressivo.e que nao era o caso de ser internada,porem minha tia acha que ela deve ser internada, oq vcs acham ? eu fico perdida, quero uma opiniao. Contei muito rapido tudo, que quiser mais detalhes eu dou.Obrigada desde ja.

 
At 17 Fevereiro, 2013 16:51, Blogger Rosiane Da Silva Moraes said...

sou estudante de técnico de enfermagem e estou fazendo um trabalho sobre esquizofrenia e gostaria de saber qual seria o meu papel como técnica de infermagem

 
At 17 Fevereiro, 2013 16:54, Blogger Rosiane Da Silva Moraes said...

sou estudante de técnico de enfermagem e estou fazendo um trabalho sobre esquizofrenia e gostaria de saber qual seria o meu papel como técnica de infermagem

 
At 18 Fevereiro, 2013 02:22, Anonymous Anónimo said...

Sinto muito por todos os depoimentos, é a primeira vez que entro aqui e foi motivada por uma crise de desespero. Sou mãe de um rapaz esquizofrênico, e se for relatar minha tragetoria com meu filho sinto que de alguma forma estarei repetindo tudo o que já passaram e passam. só posso dizer SINTO MUITO POR TODOS, mas ninguém vem ajudar, nem amigos, nem parentes, nem médicos, nem sociedade, nem estado... é cada um com sua dor, paciente e cuidador. Ninguem tem respostas as nossas perguntas, apenas uma certeza: ou cuidar para sempre ou abandonar sem olhar para traz. é um preço muito alto para qualquer que seja a decisão e impassiva de julgamentos.

 
At 18 Fevereiro, 2013 02:23, Anonymous Anónimo said...

Sinto muito por todos os depoimentos, é a primeira vez que entro aqui e foi motivada por uma crise de desespero. Sou mãe de um rapaz esquizofrênico, e se for relatar minha tragetoria com meu filho sinto que de alguma forma estarei repetindo tudo o que já passaram e passam. só posso dizer SINTO MUITO POR TODOS, mas ninguém vem ajudar, nem amigos, nem parentes, nem médicos, nem sociedade, nem estado... é cada um com sua dor, paciente e cuidador. Ninguem tem respostas as nossas perguntas, apenas uma certeza: ou cuidar para sempre ou abandonar sem olhar para traz. é um preço muito alto para qualquer que seja a decisão e impassiva de julgamentos.Desejo paz e sorte a todos. FIQUEM COM DEUS.

 
At 28 Fevereiro, 2013 03:31, Blogger camila said...

TENHO UM IRMÃO COM ESQUIZOFRENIA QUE NÃO QUER SE TRATAR, SE EU CONTINUAR CONVIVENDO COM ELE ACHO QUE DAQUI UNS DIAS EU QUE ESTAREI ASSIM, NÃO SEI MAIS O QUE FAZER, ELE NÃO TOMA OS REMÉDIOS, FICA TOTALMENTE DESEQUILIBRADO, ESTOU PRECISANDO DE AJUDA POIS SINTO QUE TBÉM ESTOU FICANDO MUITO DOENTE.

 
At 28 Fevereiro, 2013 03:36, Blogger camila said...

TENHO UM IRMÃO COM ESQUIZOFRENIA QUE NÃO QUER SE TRATAR, SE EU CONTINUAR CONVIVENDO COM ELE ACHO QUE DAQUI UNS DIAS EU QUE ESTAREI ASSIM, NÃO SEI MAIS O QUE FAZER, ELE NÃO TOMA OS REMÉDIOS, FICA TOTALMENTE DESEQUILIBRADO, ESTOU PRECISANDO DE AJUDA POIS SINTO QUE TBÉM ESTOU FICANDO MUITO DOENTE.

 
At 01 Março, 2013 01:39, Anonymous Márcia said...

Li todos os relatos e vi como é difícil esta realidade, pessoas doentes que não querem se tratar e que precisam também de ajuda... mas como? Também tenho um irmão que já esteve internado várias vezes, saiu do hospital no final de dezembro de 2012 e já se recusa a tomar a medicação. O que fazer? não existe diálogo, somente agressões verbais, fico esperando ele piorar para interná-lo novamente, só assim minha mãe, uma senhora de 78 anos pode descansar um pouco, que vida...

 
At 09 Março, 2013 02:26, Anonymous Anónimo said...

Sou pastor e minha esposa esta com esta doença. A amo muito, mas estou cansado.pois ela me ataca moralmente. Faz escandalos na rua onde moramos. E nao toma os remedios. Nao tenho mas paz. So Deus.

 
At 31 Março, 2013 18:58, Anonymous sandra maria furtado de souza said...

meu filho tem trinta e dois anos,tem esquizofrenia ,ha quatro anos ,nao sai de casa ,fica dentro do quarto triste e depremido na tem amigos ,desde a separaçao minha e do pai,ele mora com o irmão na casa do pai.O pai ,mora com outra mulher em outra casa ,me preocupo, porque ele nao tem, quem cozinha para ele ,lave ou passe ,mas o pai não permite de eu ir na casa visita-lo e nem cuidar dele ,estou com depressão por causa disso ,o que faço?

 
At 06 Maio, 2013 13:55, Anonymous Anónimo said...

or favor me ajudem preciso de um lugar para minha irma que tem esquizofrenia morar. alguém sabe? qualquer lugar do pais sou do parana. Obrigada

 
At 06 Maio, 2013 21:31, Anonymous Anónimo said...

uma direçaõ e um bom conselho para quem esta enfrentando esse problema com uma pessoa esquizofrenica na familia.uma direção de quem entende bem do assunto e é portador dessa maldita doença a 8 anos. a direçaõ é a seguinte: voce familiar, quando o doente estiver estabilizado, deve conversar e convence-lo de que ele nao pode em hipotese alguma deixar de tomar a sua medicação. seguindo essa dica com certeza ele tera 95 por cento de chance de nao ter uma nova crise, e se tiver com certeza a crise nao vira tao forte como se ele estivesse sem tomar o medicamento, ao ponto dele mesmo detectar que nao esta bem.o resultado é que o doente nao trará problemas para seus familiares e nem para ele mesmo. os beneficios disso é que ela poderá ter uma vida normal na medida do possivel, nao sera a mesma coisa, mas tera uma melhora bastante significativa, seus pensamentos ficarao organizados e reais . desde que adotei esse metodo, já fazem 4 anos que nao tenho uma recaida.resumindo, é de suma importancia que o doente respeite corretamente o horario e a dosagem da medicação e tempo da terapia determinado pelo seu medico. espero ter ajudado com a a minha experiencia propria. um salve pros irmaos. e melhoras

 
At 24 Junho, 2013 04:45, Anonymous Anónimo said...

Olá, para a pessoa que está procurando lugar para a irmãe do Paraná: encontrou?

 
At 10 Julho, 2013 02:14, Anonymous Anónimo said...

Eu tenho um irmão de 27 anos com esquizofrenia e não sei mais o que fazer... ele tem crises frequentes todos temos muito medo dele... ja foi internado mas parece q nada resolve... to muito desgastada me ajudem...

 
At 15 Agosto, 2013 16:29, Anonymous Anónimo said...

Boa Tarde!

Estou no 5ºPeriodo do curso de Assistente Social,pois queria saber como devo me comportar e fazer com que o dia-a-dia de uma pessoa esquizofrenica melhore a cada dia.
Como devo ajuda-lo para que as quises não sejam constantes.

 
At 22 Agosto, 2013 18:13, Anonymous Anónimo said...

Amigos,

Amo muito a minha mulher, ela foi diagnosticada com esquizofrenia, transtorno psicótico "Borderline" e é bipolar todos os sintomas se confundem numa sucessão de eventos não conectados. E ela é doente o tempo inteiro da hora que acorda a hora que vai dormir e o conjunto da obra torna tudo muito difícil para mim e meu filho de 12 anos.

Ele já me pediu que eu me separe pois sofre demais com as atitudes dela. Eu sempre digo que não podemos abandonar as pessoas que precisam de nós. Confesso que estou muito cansado das ameaças, os pequenos roubos e acusações que atingiram níveis complicados.

MAS...

Preciso dizer-vos.

Resistam, lutem não tenham medo!!!
A doença se conhecida, pode ser vencida a níveis toleráveis.

Eu e meu filho vamos lutar, espernear , sangrar se preciso for. Principalmente porque sei que apesar de ser uma dura trajetória, ele um dia, vai se orgulhar do pai dele que lutou como um leão pela felicidade da mãe.
E isto não tem preço, chama-se caráter.

Para aqueles de vocês que se sentem sozinhos saibam, não estão!!
Estamos todos nós juntos de alguma forma conectados, somos uma irmandade.

Vou resistir por que a minha linda mulher não existe mais, existe outra, diferente, mas o que me importa! Prefiro meia do que nenhuma. Eu sei que alma linda e generosa ela foi, nunca conheci ninguém tão bondosa e amiga.

Agarrado a esta memória olho para ela e sorrio, e meu filho percebe e participa, me dando muito afeto e amor, e confesso não resistiria sem a candura dele.
Sejam fortes! Parem de se lamentar poderia ser pior, acreditem!
Ponham em suas mentes que esta é a missão, esta é marca que deixaremos como legado para os amigos e filhos. Se foi para isto que eu nasci, que seja, farei o melhor possível.
Muitos de nós pensam que vieram ao mundo para terem riqueza, viagens e outros supérfluos. Feliz é aquele que percebe sua limitação e luta pelo verdadeira vida feliz. Vejo beleza em todas as pequenas coisas, quando ela me beija ou me abraça, que apesar de raros, são muito celebrados.

Encontrem o amor dentro de vocês e perceberam o quão fortes são.

Peçam ajuda!! Se o doente ficar violento, chamem a polícia! Se quiser ficar trancado chame os bombeiros !! É Guerra Santa gente!! Vale tudo !!

UMA DICA eles são doentes, mas reconhecem autoridade, bota um policial dentro da sua casa e veja a transformação. Use os serviços públicos, se informem sobre eles na sua cidade!!!
Não sejam passivos, reféns, o doente percebe quando exerce poder, não enfraqueçam!! Nunca!!

Todo o meu amor para vocês. Nós os verdadeiros LOUCOS que lutamos neste front diariamente temos que vencer, os capetinhas que entraram nos corpos de nossos queridos e amados parentes e o amor de vocês vai melhorar e muito suas próprias vidas.

Vamos exorcizar com atitude e o coração nossos amados!! E lembrem-se Deus não dá a ninguém, uma cruz que ele ou ela não possa carregar.

Um abraço
Carlos

 
At 12 Setembro, 2013 12:22, Blogger CIDINHA320 said...

12 de setembro de 2013-

 
At 21 Setembro, 2013 20:27, Blogger raidalva cardoso said...

Meu nome é Raidalva, tenho um filho com 27 anos portador de esquizofrenia e retardo mental. Fiquei tocada com os depoimentos, concordo que a CRUZADA dos pacientes portadores de esquizofrenia e seus familiares é a verdadeira GUERRA SANTA. acessei a pagina depois de um momento violento de meu filho Daniel , na verdade procurava por cuidador... E enquanto escrevo ja levantei duas ou tres vezes para impedir que o irmao fosse agredido por ele...

 
At 02 Outubro, 2013 19:51, Blogger Alba Esperança said...

Olá! Meu irmão é portador de esquizofenia paranóide. Nossa família precisa de apoio para ajudá-lo melhor! Sinto muito por todos que estão nesta condição. Esta semana resolvi mudar e não mais sentir vergonha desta condição. Quero ajudar a ter uma vida melhor e com isto ter paz dentro de mim. Alguém pode me informar sobre grupos de apoio para família em Belo Horizonte-MG?

 
At 02 Outubro, 2013 20:01, Blogger Alba Esperança said...

Olá,

Meu irmão é portador da esquizofrenia paranóide. Quando ele surtou a primeira vez, uns 7 anos atrás foi como se uma bomba tivesse caído em nossas vidas. Hoje ele está com 31 anos. Eu perdi aquele irmão com quem eu convivi na infância. A família se desestruturou porque queríamos achar um culpado pra explicar tudo o que estava acontecendo. Não aceitávamos a inércia, embotamento, achávamos que era certta preguiça.
Agora a poucos dias, depois de todo este tempo, cheguei ao site de vocês, assisti a diversas entrevistas disponíveis e comprei o livro sobre o assunto. Vi que nosso caminho até aqui está errado. A não a parte medicamentosa e acompanhamento psiquiátrico que está ok. Falta ainda parte do tripé: família em terapia e terapia ocupacional.
Resolvi ajudar minha família de maneira correta, propondo participarmos de algum grupo de apoio. Pra começar praticamente do zero, mas fazendo a coisa certa.
Somos de Barão de Cocais - MG (100km de Belo Horizonte) e não encontrei grupos por aqui.
Pode me orientar?
obrigada,

 
At 07 Outubro, 2013 15:35, Anonymous Anónimo said...

A todos com familiares com esquizofrenia ,podemos apenas amenizar o sofrimento dos doente e familiares fazendo com que os pacientes tomem suas medicaçoes com ou sem sua aprovaçao. sabemos que nao há cura mas se forem medicados de modo conveniente terao uma vida melhor

 
At 22 Novembro, 2013 07:15, Anonymous Anónimo said...

Blá, blá, blá... cuidar do esquizofrênico, que tenham vida melhor. Muito bonito!
Mas saibam que existem diversos graus dessa maldita doença! Compreendo que alguns tem tratamento, tanto que chegam até ter consciência que são doentes. Mas tem casos que percebe-se que o esquizofrênico está condenado e não se vê esperanças. Aí esses malditos escoteiros vem com essa conversinha que uma família inteira saudável deve pagar e sacrificar suas vidas e dignidades por um maldito maluco e agressivo de um ser que perdeu a humanidade de virou um animal! Não é culpa dele, entendo! MAS TAMBÉM NÃO É CULPA NOSSA!
A única coisa que se passa na minha cabeça é quando terei a oportunidade de me afastar de vez de um animal que antigamente considerava como meu irmão. Mas a minha maior dor é ver minha mãe tendo que aguentar tudo. Espero que nada de mal aconteça a ela. Mas uma coisa eu já decidi, não quero conviver com um maluco agressivo na minha vida. Penso igual a uma pessoa num comentário acima "esquizofrênicos graves, pelo bem deles e das pessoas saudáveis é melhor que partam dessa para melhor!".

 
At 22 Novembro, 2013 07:19, Anonymous Anónimo said...

Pelo menos aprendi algo quando um esquizofrênico surgiu em minha família. DEUS NÃO EXISTE!
Quando a realidade bate na nossa cara, enxergamos que não dá mais para acreditar em conto de fadas para adultos.

 
At 30 Novembro, 2013 03:29, Anonymous Anónimo said...

Agora mesmo o desgraçado está tendo uma crise, em plena 1:25 da madrugada, além de perder o sono tendo que assistir meus pais presos na cozinha para não sofrer ataque do maldito, e ainda tendo que ouvir o desgraçado mandar minha mãe tomar no cú, e berrando ainda.
Tudo que eu queria era poder soltar o maldito bem longe para que nunca mais nos encontre e a paz volte a nossa casa.
Como isso é considerado crime, o máximo que vou poder fazer é me esforçar para que tenha condição de sair dessa casa e nunca mais ve-lo. Triste é ter que abandonar meus pais com esse maldito, mas não tenho escolha, pois almejo uma vida digna. PRO INFERNO COM OS ESQUIZOFRÊNICO QUE NÃO TEM MAIS JEITO!

 
At 16 Dezembro, 2013 15:06, Anonymous Anónimo said...

tenho um filho de 33anos que esta com o cid f29 f60 e 10 ele e muito agressivo verbalmente e tenho medo de virar fisicamente tb.hoje em dia o governo e omisso criarão o caps que nada mais e um deposito de loucos que nenhum outro lugar quer cuidar o caps e so fachada uma mentira uma lavagem de dinheiro pois meu filho ficou recentemente internado por 15 dias ele precisava passar com o medico que nunca tem no caps nas reuniões do caps somos tratados como se tivéssemos culpa da doença e um monte de bla bla bla e nada se resolve a verdade e uma so nos que cuidamos dos entes queridos com essa grave doença devíamos de se juntar e cobrar nossos e deles os direitos por uma vida digna pois dinheiro tem so esta faltando o respeito por nos ,pois tanto os doentes como a família precisa de tratamento para suportar .em uma consulta com a medica do caps tive que ouvir ela falar ate quando eu e meu filho íamos ficar indo la para reclamar um do outro isso e um absudo poucos dias depois ele foi internado.fica aqui meu recado para as pessoas que assim como eu vivem esse inferno.

 
At 12 Janeiro, 2014 16:00, Anonymous John Kane said...

É mesmo um problema de saúde assustador e complicado.
- Mas persevero na minha luta.

Para quem não consegue fazer seus parentes, cônjuges ou amigos se tratarem, segue minha dica.

1 - Levem um psiquiatra até eles, que concorde com a administração de remédios sem a ciência deles.
2 - Administrem o remédio em sua bebida ou comida.

Estamos tratando nossa esquizofrênica com Haldol (Haloperidol), 15 gotas - e a melhora foi notória! Sem nenhum efeito colateral e sem que ela perceba.

Um tempo depois do tratamento, a pessoa vai melhorando. O comportamento agressivo, alucinações, delírio e paranóia desapareram no nosso caso 2 semanas depois de iniciado o tratamento - o qual terá que ser mantido para sempre.

 
At 29 Janeiro, 2014 02:07, Blogger Silvana Espeschit Amaral said...

Gostei muito do site embora não concorde que é Deus que fale com o esquizofrenico; considerando o inferno em que ele vive e os seus cuidadores.

 
At 01 Fevereiro, 2014 00:54, Anonymous Anónimo said...

Boa noite a todos, tenho uma mãe com esquizofrenia, diagnosticada quando eu tinha 13 anos. Foi um momento de luto em minha vida, de rejeição. Demorei anos para entender e começar a aceitar. Ainda dói dentro de mim vê-la assim. Hoje sinto que vim nessa vida para aceita-la e ajuda-la.

 
At 06 Fevereiro, 2014 20:06, Anonymous Anónimo said...

Gente, alguém aqui, por favor, sabe como convencer um esquizofrênico se tratar? Se alguém souber me responda aqui mesmo nesse site, por favor.
Estou desesperada, sem forças...Preciso de ajuda com a minha mãe. Ela é esquizofrênica e não aceita auxílio médico.O que fazer?
Obrigada.

 
At 06 Fevereiro, 2014 20:06, Anonymous Anónimo said...

Gente, alguém aqui, por favor, sabe como convencer um esquizofrênico se tratar? Se alguém souber me responda aqui mesmo nesse site, por favor.
Estou desesperada, sem forças...Preciso de ajuda com a minha mãe. Ela é esquizofrênica e não aceita auxílio médico.O que fazer?
Obrigada.

 
At 06 Fevereiro, 2014 20:06, Anonymous Anónimo said...

Gente, alguém aqui, por favor, sabe como convencer um esquizofrênico se tratar? Se alguém souber me responda aqui mesmo nesse site, por favor.
Estou desesperada, sem forças...Preciso de ajuda com a minha mãe. Ela é esquizofrênica e não aceita auxílio médico.O que fazer?
Obrigada.

 
At 24 Fevereiro, 2014 18:51, Anonymous Anónimo said...

A esquizofrenia na adolescência (19 anos), tende a melhorar conforme o equilíbrio hormonal, mais os tratamentos? Alguém já passou por isso na adolescência ou é algum cuidador? Obrigada.

 
At 25 Fevereiro, 2014 00:37, Anonymous Anónimo said...

pois e quem tem dinheiro se apega a uma equipe medica 24h por dia e tudo vai bem nem mesmo morar com o doente precisam porem o pobre além de ser pobre de bolço ainda e pobre de espirito e cultura se apega a deus religião leva aqui ali curandeiro igreja pastor pq acredita que viemos aqui so para resgatar vidas passadas e bla bla bla um bando de besteiras porque se assim como eu e muitos aqui tivessem dinheiro agente não ia sofrer tanto assim com os doentes de esquizofrenias pois com dinheiro no bolso não tem resgate que resista a nada sei que dinheiro não traz felicidades nem saúde porem que ajuda ajuda pois sei que existe lugar que internam os esquizofrênicos por volta de uma bagatela de dez mil por mês kkk e o tratamento e vip agora me fala se dinheiro não traz felicidade pois além do paciente ter um tratamento digno ainda a família tem condições psicológicas tbalharem e sequir suas vidas e ver ser entes queridos ate com bons olhos .mae de um esquizofrenico

 
At 25 Fevereiro, 2014 01:05, Anonymous Anónimo said...

li um pedido de ajuda para convencer um esquizofrênico ir ao medico e fazer o tratamento pois muito bem apartir do momento que temos um parente com essa doença deixamos de ser parentes e passamos a ser um general que manda e não pede e so tem um acordo com eles ou vao ao medico e tomam o remédio ou somos obrigados a interna los pois eles não gostam de pessoas moles com eles não que temos que usar de violência mas temos que ter pulso forte e por mais medo que tenhamos nunca jamais demostrar e cuidado muito cuidado com a nossa segurança não dar folga pro azar pois no surtos sempre e bom não revidar deixar falar ate ver oque fazer e guando digamos que bons trata los com uma certa reserva e deixar bem claro a importância do tratamento o meu filho já foi internado varias vezes no inicio eu queria morrer de tanta tristeza e do fazia de tudo para recompensa lo das internações hoje em dia já internei ele e fui muito clara dizendo que nem visita lo eu iria ate mesmo pq a única folga que temos deles e so quando internamos e eu não estou mais disposta a passar dias após dias indo no hospital visita lo so vou guando e pra falar com o medico se eu perceber que o lugar e bom pra que ficar indo la afinal eu não preciso me internar junto eles vao percebendo aos poucos que se não se tratarem a família interna sem do pois guanto mais do a gente tem mais eles abusao

 
At 05 Março, 2014 13:05, Anonymous Anónimo said...

Me emocionei com seu comentario Carlos, isso sim é Amor. Q Deus ilumumine grandemente sua família q essa tormenta passe logo! Força! Oro por ti e teu filho p q continuem firme nessa batalha q espero esteja proxima ao fim! Priscila

 
At 05 Março, 2014 13:13, Anonymous Anónimo said...

Me emocionei com seu comentario Carlos, isso sim é Amor. Q Deus ilumumine grandemente sua família q essa tormenta passe logo! Força! Oro por ti e teu filho p q continuem firme nessa batalha q espero esteja proxima ao fim! Priscila

 
At 08 Março, 2014 18:54, Anonymous solange said...

este blogger e muito bom pois passamos a conhecer varias historias depoimentos e aqui tb podemos desabafar ,coisa que e muito difícil em casa com parentes podemos tb trocar experiências tb sou mae de um esquizofrênico e sabemos o quanto e difícil conviver com um

 
At 12 Março, 2014 22:38, Anonymous Anónimo said...

Tenho em casa dois esquizofrênicos.
Ex marido, com 62 anos, evoluiu mentalmente e fisicamente, depois que o retirei do Sanatório, ia morrer, isso a mais de 10 anos.Separada legalmente gostaria
de interná-lo,como passo momentos dificílimos com meu filho também esquizofrênico , porém agressivo.
Tento ajudá-lo, faço o que posso por ele e o amor dele para comigo, diminue cada dia mais, a ponto de desejar minha morte diariamente.
Mandei fazer uma Loja pra que trabalhasse comigo, dizia antes que eu era tudo em sua vida, depois da loja pronta disse:Só quero trabalhar só, você vai me atrapalhar, só posso trabalhar em paz , quando você morrer.
Se recusa a tomar remédios, afastou a irmã de casa.
Só Deus, tem comportamentos voltados só para dinheiro, nada mais o interessa , tem 34 anos, ficou agressivo, várias vezes, cisma com pessoas, ontem a noite com pedaço de pau na rua, para expulsar um morador do bairro.
Dentro de seu quarto tem muitas coisas estranhas, tudo voltado para o dinheiro.
Não é fácil, a situação se complica , cada dia mais...
Espero providências Divinas, de Deus, a saúde mental quer todos os pacientes, com seus familiares, mesmo correndo sérios riscos.
Desabafo sincero!!!

 
At 12 Março, 2014 22:38, Anonymous Anónimo said...

Tenho em casa dois esquizofrênicos.
Ex marido, com 62 anos, evoluiu mentalmente e fisicamente, depois que o retirei do Sanatório, ia morrer, isso a mais de 10 anos.Separada legalmente gostaria
de interná-lo,como passo momentos dificílimos com meu filho também esquizofrênico , porém agressivo.
Tento ajudá-lo, faço o que posso por ele e o amor dele para comigo, diminue cada dia mais, a ponto de desejar minha morte diariamente.
Mandei fazer uma Loja pra que trabalhasse comigo, dizia antes que eu era tudo em sua vida, depois da loja pronta disse:Só quero trabalhar só, você vai me atrapalhar, só posso trabalhar em paz , quando você morrer.
Se recusa a tomar remédios, afastou a irmã de casa.
Só Deus, tem comportamentos voltados só para dinheiro, nada mais o interessa , tem 34 anos, ficou agressivo, várias vezes, cisma com pessoas, ontem a noite com pedaço de pau na rua, para expulsar um morador do bairro.
Dentro de seu quarto tem muitas coisas estranhas, tudo voltado para o dinheiro.
Não é fácil, a situação se complica , cada dia mais...
Espero providências Divinas, de Deus, a saúde mental quer todos os pacientes, com seus familiares, mesmo correndo sérios riscos.
Desabafo sincero!!!

 
At 28 Março, 2014 20:45, Anonymous Renata said...

A todos que sabem o quanto é dificil conviver com um esquizofrenico venho pedir ajuda, meu nome é Renata, tenho 35 anos e meu irmão de 34 anos é portador da esquizofrenia desde os 12 anos, desde então eu nunca tive uma vida de verdade, uma vida normal, sempre preocupada e assustada com as crises, os gritos, os escandalos e agressões, felizmente aos 17 anos fiquei gravida e sai de casa, hoje sou casada e tenho 2 filhos, um de 17 anos e outro de 5 anos, sempre fui eu que sustentei meu irmão e minha mãe, deixando de realizar muitos sonhos meus e dos meus filhos, sou uma pessoa condenada a trabalhar e dividir meu dinheiro para 2 casas, mas o pior esta acontecendo agora, eu e meu marido estamos desempregados e nós que pagamos o aluguel da casa em que minha mãe mora com meu irmão doente, dessa forma ela esta para ser despejada dia 06 de março e te´remos que morar todos na mesma casa , a casa que eu moro com meu marido e filhos, mas não quero que isso aconteça, pois prejudicaria e muito meu filho de 5 anos conviver com um tio esquizofrenico, peço então uma ajuda financeira a quem sabe o que estou dizendo e sentindo, se puderem me ajude, preciso de um total de 900,00 para deixar o aluguel da minha ma~e me dia e continuar vivendo numa casa com paz para criar meu filho, não é mentira e nem estou querendo abusar de ninguém, apenas quero que meu filho cresça num ambiente normal e sem escandalos e violencia. vou deixar meu e-mail para contato renata-rib@hotmail.com Obrigada a todos amigos que sofrem com um familiar com essa maldita doença.Me ajudem , pelo meu filho que só tem 5 anos.

 
At 29 Março, 2014 03:17, Anonymous Anónimo said...

que um maravilhoso mundo em que vivemos , eu ainda duvido que este lançador de magias como ele fez isso !
Minha boca está cheia de testemunhos , Am alina meu marido deixou a casa por dois anos à África do Sul para um turista , ele quis dizer uma prostituta e ele foi enfeitiçar pela menina meu marido se recusa a voltar para casa de novo, eu choro dia e noite à procura para quem me ajudar , eu li um jornal de notícias sobre um poderoso lançador de magias chamado Dr. Okojie e eu em contato com o lançador de magias para me ajudar a conseguir meu amor de volta para mim e ele me pedir para não se preocupar com isso que os deuses que lutam por mim .. ele me disse que em meados de noite, quando todo o espírito está em repouso , ele vai lançar um feitiço para se reunir meu amor de volta para mim. e ele fez em menos de 3 dias o meu marido voltou para mim e começou a chorar que eu deveria para perdoá-lo , eu , estou tão feliz por que este lançador de magias fez por
eu e meu marido .. contato em seu drokojiehealinghome@gmail.com e-mail é o melhor lançador de magias em todo o mundo selvagem. ele está specialiesed na resolução de outros problemas , incluindo os seguintes :
(1) Se você quiser que o seu ex-costas.
(2) se você sempre tem pesadelos.
(3) Você quer ser promovido em seu escritório.
(4) Você quer que as mulheres / homens a correr atrás de você.
(5) Se você quer um filho.
(6) Se você precisar de ajuda financeira.
(7) Se você quiser que a cura do HIV AIDS
contatá-lo agora para solução imediata do seu
problemas no Drokojiehealinghome@gmail.com
obrigado

 
At 16 Abril, 2014 20:21, Anonymous Anónimo said...

Olá, preciso de orientação, vi mulheres comentarem aqui sobre conviverem com seus maridos esquizofrenicos, porém todas descobriram depois de casadas...porém eu estou noiva ainda...no começo ele havia me dito que tinha essa doença há 8 anos, e daquela época pra cá a dosagem era de 10mg, e hoje 2mg...porém eu nem sabia o que era isso claramente, e acabei me envolvendo, não imaginava que era tão grave...hoje eu amo ele, porém há 3 dias discutimos por motivo pequeno, mas ele se alterou muito, me ofendeu com palavras repudiáveis, e ainda por cima me traiu com uma prostituta, com meu carro...e se arrependeu logo após, e ligou pra Deus e o mundo dizendo o que tinha feito chorando...me confessou chorando, pedindo perdão, que me ama e tals...antes eu não tinha me tocado ainda, mas depois que aconteceu isso, pesquisei aqui, e comecei a comparar com vários sintomas que ele apresentava antes e eu não percebia...estou confusa entre a razão e o coração...não sei se por amor eu assumo essa "bronca" ou se deixo ele de vez...conselhos por gentileza...obrigada

 
At 22 Abril, 2014 00:06, Anonymous Anónimo said...

Infelizmente por mais que existe tratamento, o mesmo não é eficaz os médicos dizem que se a pessoa tratar ela pode ter uma vida normal, mas isso não é verdade. sempre tem que ter uma pessoa ali perto monitorando a pessoa. sabemos que mesmo tomando remédios a pessoa ainda assim, não consegue conviver com a doença e nem o seu familiar. Acho realmente que as pessoas com parentes com esquizofrenia devem se unir e cobrar do governo para que aja mais interesse em descobrir a cura.o estado não está dando nenhum apoio e mentindo para as famílias dizendo que a pessoa vai ficar bem com o tratamento que eles oferecem, e o governo criou a lei que não interna mais o paciente e os familiares ao cuidar não consegue viver feliz é como se a doença espalha-se para toda a família. e há casos que acaba tendo outros surto na mesma família.tem que haver mais pesquisas e tentar de todas a maneiras descobrir a cura para esse mau, por que além dessa ser muito agressiva para o paciente, já que ela tira a liberdade, o trabalho, os sonhos a vida social ela também maltrata muito o parente que cuida que também tem sonhos, quer trabalhar, quer ser feliz,e quer que a família viva em harmonia, é muito difícil você ter que aceitar uma mãe com essa doença, um irmão ou um pai assim, um filho etc.só que tem um parente que ama com essa doença, muito difícil, porque a pessoa perde as suas características psicológicas e chega no ponto que agente nem consegue reconhecer a pessoa mais. tudo se torna difícil até a convivência. quem ler o meu depoimento e pensar como eu, por favor entre em contato, acho que deveríamos tentar busca pedindo a cura, exigindo do governo a cura, o comprometimento para que encontre a cura ou um tratamento melhor do que está sendo oferecido nos caps. realmente essa doença está tirando a felicidade de muita gente, e as pessoas que tem parentes com esse problema tem que se unir e exigir da autoridade (governo federal) mais compromisso com esse problema, devido ser uma doença que manifesta aos 15 aos 25 anos, ou seja em pessoa muito jovens, e que passa o resto da vida sofrendo, e fazendo as outras pessoas sofrerem por causa desta doença. como pode viver uma sociedade assim, aceitando isso,uma doença dessa que tira toda a vida da pessoa, a pessoa que sofre desse mau, não estuda, não trabalha, não namora, não é feliz.isso é o mesmo que está morto. só que pior vendo os outro serem felizes e eles não podendo ser. até querendo ser feliz, mas não conseguem.
Para as pessoas que ler o que eu escrevi, me desculpe fui dura com as palavras, mas vocês sabem que é assim.

 
At 22 Abril, 2014 00:30, Anonymous Anónimo said...

Boa noite, eu tenho irmãs com esquizofrenia, gostei da ideia que uma das pessoas deu sobre a união dos parentes de pessoas com esquizofrenia para pedir juntos as autoridade governamentais a cura. como poderemos fazer isso? como poderemos exigir que o governo se comprometa com essa causa, já que isso é um problema da sociedade, que pode ter muita gente que vai passar por isso, ou será que vai ter que acontecer um surto na população de dimensões expansivas para procurarem a cura.
se alguém mais gostar do comentário por favor deixe seu contato.

 
At 25 Abril, 2014 00:13, Anonymous Anónimo said...

Olá tenho um irmão com esquizofrenia há 10 anos ele não toma os medicamentos e causa muito transtorno para meus pais que moram com ele em Campo Grande- MS há um ano e meio ele estava morando na minha casa comigo meu filho e minha irmã ele não fazia coisa com coisa e chegou a colocar um brinquedo do meu filho dentro do micro ondas e ligou eu já estava sem paci~encia e sem devido conhecimento da doença dele acabei enfrentando ele foi a pior coisa que fiz ele saiu na rua para pegar e me matar foi um verdadeiro sufoco que passamos depois disso com muito custo vieram buscar ele que teve que ficar em um PS aguardando vaga para internação no Hospital geral de Itapevi foi um verdadeiro sufoco manter ele nesse PS por 3 dias tiveram de amarrar ele varias vezes na maca, depois ficou apenas 10 dias internado e só voltou um pouco melhora verdade é que parece que o quanto antes se livrarem do doente melhor é resultado ele foi morar com meus pais que já estão de idade em campo grande-MS , confesso que tenho muito medo dele e não sei o que fazer não me sinto com condições emocionais para morar com ele novamente e tenho muita dó dos meus pais por tudo o que estão tendo que enfrentar pois ele já agrediu minha mãe umas 3 vezes, gostaria que meus pais viessem morar comigo pois sou viúvo e moro com meu filho que tem 13 anos e minha irmã que é solteira mais acho que não consigo morar junto com meu irmão por ele já ter tentado me matar ele tbm é muito forte e pesa mais de 100 kg, gostaria que me ajudassem de alguma forma porque meus pais não conseguem nem mesmo uma internação para ele e as coisas estão ficando cada vez pior, as vezes penso em fazer até uma besteira mais sei que Deus tomará um caminho celobrao75@hotmail.com

 
At 11 Junho, 2014 01:07, Blogger M Lima said...

Sou irma de um paciente c/ esquizofrenia e há treze anos , que nossa mae faleceu , eu cuido de meu maninho c/ 47 anos , mas uma veraddeira criança, tenho certeza que DEUS esta ao meu lado, me dando forças ... pois nem sempre é como desejamos , acho que recebi essa missao pq DEUS sabe que sou capaz , ele nao tem nos abandonado em todos os sentidos , amo meu irmao e cuido muito bem dele c/ todo carinho, mas infelizmente ainda encontramos em nossos caminhos pessoas c/ preconceito ref a assa doença, mas peço muita força p/ DEUS e sigo em frente como uma guerreira que nem minha falecida mae que amo muito.ass MARIA lIMA

 
At 11 Junho, 2014 01:07, Blogger M Lima said...

Sou irma de um paciente c/ esquizofrenia e há treze anos , que nossa mae faleceu , eu cuido de meu maninho c/ 47 anos , mas uma veraddeira criança, tenho certeza que DEUS esta ao meu lado, me dando forças ... pois nem sempre é como desejamos , acho que recebi essa missao pq DEUS sabe que sou capaz , ele nao tem nos abandonado em todos os sentidos , amo meu irmao e cuido muito bem dele c/ todo carinho, mas infelizmente ainda encontramos em nossos caminhos pessoas c/ preconceito ref a assa doença, mas peço muita força p/ DEUS e sigo em frente como uma guerreira que nem minha falecida mae que amo muito.ass MARIA lIMA

 
At 09 Agosto, 2014 01:45, Blogger Mara Rocha said...

Olá Amigos!! Encontrei conforto com as histórias reais relatadas. Tenho 33 anos e convivo com irmão esquizofrênico e tarefa nada fácil, vc deixa de viver sua vida preocupada com mãe o tempo todo, não consigo pensar em ter minha vida, pois ele é minha família e o adoro, mas nas crises é muito difícil ter amor. É ineficaz realmente o atendimento que recebemos da rede pública de saúde, qd buscamos internação não esperamos jogar o problema para os outros e sim um apoio para o doente.Quem tiver interesse gostaria de poder contar com este apoio, sempre achamos que os nossos problemas são maiores do que dos outros e neste blog percebi que podemos nos ajudar.

 
At 09 Agosto, 2014 10:57, Anonymous Anónimo said...

olha , evito um pouco falar disso ate com as pessoas que já me conehcem .. sinto mesmo um pouco de vergonha , ter alguem na familia assim e ruim , desgastante sendo sua mãe , e algo indescritivel ...enquanto minha avó esteve saudavel e lucida ela sempre organizava as internaçoes essas coisas , minha mae teve um periodo de 18 anos sem uma crise que necessitasse uma internçao , nunca estava " normal " , mas dava pra ir levando ...hoje em dia minha avó já acometida de varias infermidades pela idade já não tem condiçoes dessa vigilia , e ultimamente as crises pioraram muito mesmo ... incomoda os vizinhos ... esqueceu que a higiene deve ser feita ... diz coisas sem nexo ..e a gente do mundo real que precisa de trabalhar no minimo 10 horas por dia pra poder se manter , confesso que não tenho a minima ideia do que fazer nem por onde começar , onde internar , nada , sem tempo sem dinheiro .. vou confessar a pior de todas as coisas .. tem dias que já pensei que se morresse alem de não fazer falta seria um alivio ...não vou ser hipocrita nao .. depois é logico a raiva passa e me arrependo . um desabafo de uma pessoa que ta na luta como voces , luta dificil , desgastante.

 
At 10 Agosto, 2014 14:34, Anonymous j.carlos said...

Ao comentàrio de 22 de abril de 2014, Amigo tenho um irmão com essa doença ele está cumprindo medida de segurança de internação pois matou um homem com 23 facadas, e está prestes a retornar, não sabemos como será. Sobre a cura, está sendo feito um estudo promissor com células tronco na UFRJ, já descobriram que neurônios de esquizofrênicos consomem duas vezes mais oxigênio do que os de uma pessoa normal, pelo que li dentro em breve teremos boas notícias, vou tentar montar uma associação para cobrar verbas e recursos públicos atém de publicidade do referido estudo, pelo que sei ja estão sendo feitos novos medicamentos. Um abraço.

 
At 12 Agosto, 2014 11:38, Anonymous Anónimo said...

Eu sofro a 10 anos com meu marido que tem esquizofrenia, quando me casei não sabia do problema.
A família dele trabalhou calorosamente para que eu não descobrisse cheguei a presenciar ele muito abatido!..E logo mandavam para a casa da avó. achava que tinha alguma coisa errada mas logo eu era enrolada.
Diziam que era uma gripe forte e por fim me disseram que ele tinha quadros de depressão.
Meus amigos,quando fui morar com esse homem descobri toda a verdade, parecia que me casei com um desconhecido.
Quanto a família dele mal o telefone atendia...
Só pra resumir, eu estava envolvida d+ sentimentalmente para deixa-lo jogado,nem trabalhar esse homem me deixava só que eu tinha que nos sustentar...tive que pagar o INSS dele para conseguir aposenta-lo.
Eu quase não dormia pois ele não deixava, isso quando não trancava tudo e não deixando eu sair para trabalhar, com toda essa situação eu tinha muita pena dele só que eu esta doente também.
Não consegui + gostar dele como homem e cuidei como filho, hj tenho outra pessoa e ainda cuido dele...a família dele arquitetou um plano e eu fui a vitima, um irmão dele se matou e a mãe faleceu em uma cirurgia simples, tem o pai vivo e 1 irmã que possui condições mas não querem ter a vida anulada...é o que eles dizem e me mandam joga-lo na rua.
Mas não é fácil pois ele tem 1,87cm de alt e é bem agressivo.
Eu só esqueci de dizer q quando ficam a sós com ele os estimulam a desistir de sua vida por isso ainda cuido dele...

 
At 27 Agosto, 2014 06:08, Blogger KAYDEN ITUA said...

Você precisa de um empréstimo? se SIM em contato conosco através do email: kaydenjointorganisation@gmail.com

Aplicar para um empréstimo. Eu quero que você saiba que nós oferecemos todos os tipos de empréstimo com um baixo interesse de 3% por isso oferecemos empréstimos pessoais com taxas de juros anuais mínima tão baixa quanto 3%. Nós damos a empréstimos dentro do intervalo mínimo de 1000 para o máximo de 500 milhões. Nossos empréstimos são bem segurado para o máximo de segurança é nossa prioridade. Contacte-nos através do email: kaydenjointorganisation@gmail.com e nosso site da empresa: http://abimbolasfinancialhome.gnbo.com.ng

* Você está espremido financeiramente?
* Você procurar fundos para saldar créditos e débitos
* Você busca financiamento para montar seu próprio negócio?
* Você está na necessidade de empréstimos privados ou de negócios para diversos fins?
* Você recorrer a empréstimos para realizar grandes projetos
* Você busca financiamento para vários outros processos?

Meu nome é Mr. Kayden Itua. Damos empréstimos para aqueles que estão em necessidade de empréstimo e quem o banco negou-los de ter empréstimo, e estamos legalmente apoiado o governo. Devo avisar que nesta empresa que damos a máxima satisfação que você nunca vai desire.Contact-nos através do e-mail: kaydenjointorganisation@gmail.com

Nome: Kayden Itua
Nome da empresa: organização conjunta Kayden
EMAIL: kaydenjointorganisation@gmail.com
Website: http://abimbolasfinancialhome.gnbo.com.ng

APLICAR para um empréstimo garantido

 
At 03 Setembro, 2014 15:50, Anonymous Anónimo said...

fiz um seguro de vida em 2011.em 2013 me aposentei por invalidez com esquizofrenia paranoide só agora em 2014 que eu soube que eu tenho este seguro de vida e posso resgatar o valor do premio enviei os laudos da minha psiquiatra caps 2 mandei o documento comprovando que minha esposa tem a minha curatela e o meu extrato do meu beneficio da aposentadoria mas a seguradora negaram o meu pedido dizendo que ja havia presquito so que vem descontado na minha conta corrente precizo de uma orientação do que fazer. meu email é brito-martins@hotmail.com por favor me ajudem.grato fiquem com DEUS.

 
At 29 Setembro, 2014 14:49, Blogger Fatima Oliveira said...

Gente, li todos os relatos e vi o quanto sofremos convivendo com os portadores da esquizofrenia, porém, me senti mais aliviada, desculpas, ao ver que não estou sozinha nesse barco, mas... não é o suficiente!Gostaria de saber se todos vcs concordam em criarmos uma página no facebook e fazermos barulho para ver se o governo se sensibiliza pois é muito dificil e desgastante psicologicamente, financeiramente e fisicamente conviver com um doente assim. Sou TOTALMENTE A FAVOR da internação, pois se é doença e que principalmente põe em risco as nossas vidas, o governo tem sim que cumprir o seu papel e cuidar dando assistência! E aí, o que acham da idéia?? Podem me contactar por email simplesmentefa@hotmail.com que estou no aguardo! E que Deus nos proteja.

 
At 23 Outubro, 2014 00:21, Blogger Suelen De Sã Alves said...

Boa noite a todos. Estou cansada dessa doença que vive com a minha mãe... Quando ela surtou pela primeira vez eu tinha 6 anos de idade. Hoje eu tenho 30 anos e há 1 ano minha vó faleceu e minha mãe esta comigo tenho dois filhos e minha mãe não melhora, faz o tratamento corretamente mas vive surtando eu trabalho fora o dia inteiro e já estou completamente desgastada, eu não durmo direito. Hoje ela começou a crise e tem só dois dias que ela veio do pronto socorro. Minha mãe teve outro filho e aos 17 anos foi diagnosticado com a mesma Doença, ele tentou matar ela, ele foi intenado e hoje vive com o pai dele. Eu não tenho condições de ficar com ele. Desde que minha mãe veio morar comigo minha faculdade esta indo embora, estou emagrecendo, eu não quero que os meus filhos vejam isso. Precisamos fazer alguma coisa o governo precisa colocar algum lugar para intenação. Minha mãe sempre intenou, mas agora não intena mais ta difícil. abraços a todos.

 
At 05 Novembro, 2014 09:17, Blogger Su lourinha star said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 07 Novembro, 2014 21:23, Anonymous Anónimo said...

me chamo roberto vieira martins sou portador de esquizofrenia paranoide cronica em tratamento no caps 2 minha psiquiatra é a DRA CAROLINA TREVIZAN PAEZ tomo queiatiapina,venlafaxina, amitripitilina, citalopran,flurazepan e clonazepan. sou aposentado por invalidez total e permanente e minha esposa é minha curadora judicialmente e gostaria de fazer amizades partilhar do meu dia dia ok quem escreve sou eu mesmo um pouco sonolento e aguardo respostas.meu email é rovemartins@hotmail.com

 
At 14 Novembro, 2014 12:18, Anonymous Anónimo said...

O Natal está chegando e você está com medo de lidar com isso, porque você já não consegue lidar com seu encargo financeiro? Você tem muitas parcelas, você ter ido para o banco e eles transformá-lo para baixo por causa de uma razão ou outra. Você tem ido para outras empresas de empréstimo, mas eles tomaram seu dinheiro sem lhe dado o empréstimo que você precisa deles.
procurar não mais como estamos aqui para fazer todos os seus problemas financeiros uma coisa do passado. Nós emprestar fundos para pessoas que necessitam de assistência financeira, que têm um mau crédito ou necessidade de dinheiro para pagar contas, para investir em negócios a uma taxa de 2%. Eu quero usar este meio para informar que prestamos assistência confiável e beneficiário e estarão dispostos a oferecer-lhe um empréstimo. Então, entre em contato conosco hoje através de e-mails: kathrinekuhlmanloancompany@gmail.com

 
At 21 Novembro, 2014 06:36, Blogger Ricardo Leo said...

Olá a todos,

Eu sou um credor privado, eu oferecer empréstimo a 3% esta é uma empresa legítima, com honra e diferença, estamos prontos para ajudá-lo em qualquer problema financeiro que você é oferecemos todo o tipo de empréstimo por isso, se você está interessado nesta oferta de empréstimo por favor contacte-nos em nosso e-mail: wagner_firm1@blumail.org

Também fornecem os detalhes a seguir para que possamos prosseguir com o empréstimo imediatamente.

nome:
Montante necessário:
duração:
país:
Finalidade do empréstimo:
Renda mensal:
Número de telefone:

Contacte-nos com os detalhes acima em nosso e-mail: wagner_firm1@blumail.org

Abraço a todos vocês.

 
At 26 Novembro, 2014 14:35, Anonymous Anónimo said...

Tenho 20 anos e praticamente anulei a minha vida pra cuidar da minha mãe. Gostaria muito que nós familiares de esquizofrênicos, pudéssemos dividir nossas histórias, as lutas diárias com essa doença tão difícil de lidar... Talvez criar um grupo no facebook, afinal só quem convive com um esquizofrênico entende o desgaste que a família sofre, e com certeza poder falar abertamente com pessoas que passam por situações parecidas seria de grande ajuda para nós cuidadores.

 

Enviar um comentário

<< Home